Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

10 soft skills que gestores devem desenvolver atualmente
Independentemente de experiências mais técnicas, é crucial desenvolver habilidades e competências sociais. Veja quais as mais importantes.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

Quais soft skills um profissional precisa ter para gerir equipes?

 

Inúmeros profissionais do mercado de trabalho hoje buscam aperfeiçoamento para se tornarem gestores mais comprometidos com sua equipe, seja porque estão iniciando uma nova etapa na área de liderança ou porque sentem que seus projetos não estão resultando grandes conquistas.

 

Ainda hoje, em muitas organizações, os cargos de liderança são ocupados por pessoas que não foram preparadas para este posto. Algo muito comum em pequenas e médias empresas.

 

Geralmente pode-se notar que o critério para essa ascensão dentro da companhia costuma ser pautado no nível de confiança que o presidente/fundador possui no candidato a gestor, em vez de avaliar a posição por meio de competências inerentes a este cargo.

 

Para diminuir uma falha como essa, empresas estão destinando investimentos à área de Recursos Humanos para o desenvolvimento destas competências em novas lideranças.

 

Quais seriam então essas competências e habilidades necessárias para o mercado de trabalho nos dias atuais?

 

Para um profissional de gestão se destacar como um líder dentro de uma organização, independentemente de habilidades e experiências mais técnicas, é crucial desenvolver habilidades e competências sociais, as soft skills.

 

É por meio das soft skills que se pode analisar o grau de responsabilidade, comprometimento e ownership (sentimento de propriedade daquele projeto), que somadas à demais competências, separa a mediocridade da excelência, quando o assunto é gestão e liderança.

 

A coaching de business Rosana Bueno elencou algumas soft skills importantes para profissionais de gestão que estão procurando se aprimorar profissionalmente para chegar ao patamar da excelência como líder ou gestor.

 

Pesquisas demonstram que os profissionais que alcançam mais rapidamente o sucesso em suas carreiras sabem como:

 

  1. Comunicar-se

 

Saber se comunicar é fundamental. Um líder em sua área está sempre se comunicando com o público interno da empresa para garantir que as coisas sejam feitas.

 

O mesmo vale ao público externo, para garantir um bom relacionamento com clientes fornecedores e com a sociedade como um todo.

 

  1. Delegar tarefas

 

Delegar tarefas com eficácia garantem fluidez e agilidade em qualquer processo, estimula o aprendizado, a performance de sua equipe e ainda evita que o gestor se sobrecarregue.

 

Essa delegação incentiva o crescimento da equipe como um todo, porque expõe os profissionais a novos desafios de carreira. Entender isso permite a abertura para o desenvolvimento desta competência.

 

  1. Tomar decisões assertivas

 

Para tomar decisões assertivas e ao mesmo tempo mais rápidas, é importante desenvolver a consciência de que tomar decisões é o processo de escolher, entre várias opções, a que possui a maior probabilidade de conduzir a um resultado esperado.

 

É trocar o perfeito pelo eficaz, manter a mente aberta, fazer simulações mentais, implementar, e acima de tudo, ser flexível.

 

  1. Administrar conflitos

 

Esse passou a ser um dos grandes desafios dos gestores de hoje.

 

Quem nunca se viu no papel de protagonista, coadjuvante ou plateia de um conflito dentro do ambiente corporativo?

 

É fundamental trabalhar prevenir e administrar conflitos com mais rapidez e eficácia, transformá-los em uma forma criativa a serviço do crescimento, da inovação e dos resultados organizacionais.

 

  1. Promover reuniões eficazes

 

Preparar, conduzir e finalizar reuniões transformando-as em uma ferramenta eficaz para brainstorm, análise de resultados e implementação de melhoria também é uma competência.

 

Suas reuniões precisam ser assertivas, diretas, organizadas e focadas para produzir o resultado esperado.

 

 

  1. Dar feedback e fazer follow-up de forma eficaz

 

Muitos gestores reclamam da falta de proatividade e do baixo desempenho da sua equipe, dos relatórios entregues com atraso e da falta de qualidade na execução das tarefas.

 

Entretanto a maioria destes colaboradores não sabem responder com precisão o que é esperado deles no que tange ao cumprimento de metas e objetivos. Muitas vezes até mal conhecem detalhadamente o escopo de seu cargo.

 

Bons líderes são aqueles que comunicam com clareza e de maneira detalhada o que deve ser feito, checando o entendimento do que foi determinado, validando os recursos necessários (desde treinamentos até recursos materiais/físicos), gerando comprometimento e o mais importante, determinando o prazo de entrega ou finalização.

 

  1. Administrar o tempo com eficácia

 

O líder que domina as técnicas e ferramentas necessárias para gerir o tempo com a máxima eficácia tende a organizar suas atividades de modo mais saudável e produtivo, priorizando e alcançando seus objetivos e aumentando exponencialmente a sua produtividade.

 

Ter domínio sobre seu tempo significa mais do que trabalhar 8, 10, 12 horas por dia; significa utilizar essas horas em seu favor, em favor de sua visão e da visão da empresa.

 

  1. Resolver problemas complexos

 

O bom líder é aquele que está preparado para resolver problemas com rapidez, aumentando sua produtividade e diminuindo o seu stress e de sua equipe.

 

É aquele que possui uma atitude positiva e que encara o problema como o processo de usar habilidades e recursos para reduzir ou eliminar a diferença entre a situação desejada e a situação atual e que sabe priorizar os desafios em função da urgência, gravidade, consequências negativas e benefícios na resolução.

 

  1. Busca aprimoramento

 

O líder também trabalha incansavelmente no desenvolvimento de novas competências e no aprimoramento das já existentes, afinal de contas, a essência do líder é intrínseca, mas os comportamentos podem ser lapidados.

 

E a busca por esse aprimoramento passa por demais habilidades: focar mais nos resultados, antecipar problemas, articular recursos e estratégias, exercer o papel de coach e ser fonte de inspiração para outros colaboradores.

 

  1. Desenvolve pessoas

 

Não existe bom gestor se ele não desenvolve o bem maior, que é o capital humano.

 

Desenvolver pessoas e estimular sua equipe a trazer suas próprias soluções, assegura a performance dos resultados da empresa, o aumento da competitividade e inclui a satisfação do consumidor e a melhoria do fluxo de trabalho.

Exercícios simples

 

Seja gestor ou não, o exercício de liderança, seja ela interna ou externa, pessoal ou profissional, pode ser praticada nos mais diferentes ambientes. Eles permitirão que você se torne um líder em cenário, confira as dicas da coach:

 

  • Lidere uma atividade, tarefa ou um projeto e deixe que seu pessoal se expresse;

 

  • Considere modelos de condutas importantes do seu passado e do seu presente em sua vida e reflita: Quais comportamentos foram demonstrados? Quais padrões foram estabelecidos? Quais características de liderança poderiam ser as melhores e replicadas?

 

  • Seja o organizador de eventos e tarefas; procure oportunidades para praticar e assumir um papel de liderança em atividades, grupos e organizações, não importa quão pequena seja a responsabilidade.

 

Gostou das dicas?

 

Se você quer manter a sua carreira em uma rota de crescimento rumo ao sucesso, conheça o nosso clube de assinatura de livros Blueprintt Box.

 

Também deixe sua opinião sobre assunto nos comentários abaixo.

Autor

Jessica Moraes

Jessica é formada em Jornalismo e Pós Graduada em Marketing Digital, escreve sobre Negócios, Tecnologia, Inbound Marketing, Moda e Empreendedorismo.