VIRTUAL EXPERIENCE

  • 24 a 26 de novembro de 2020

PROGRAMA DETALHADO

FIQUE 100% ATUALIZADO, tenha NOVOS INSIGHTS E CONEXÕES PARA FAZER ACONTECER

Primeiro Dia - 24 de Novembro

09:00 - MOMENTO DE TRANSIÇÃO E RUPTURA COM A ESTABILIDADE: O DESAFIO DE MANTER A TRANQUILIDADE EMOCIONAL E TER NOVO POSICIONAMENTO PARA GERIR PESSOAS

O distanciamento social e as incertezas causadas pela pandemia trouxeram muitos desafios e questionamentos para toda a sociedade. Rever prioridades, se posicionar e pensar fora da caixa é essencial para ter novos ritmos e fluidez nos projetos e novas rotinas. Não existe a volta ao normal, então, a tarefa de mapear os novos costumes auxiliará no ajuste das próprias evoluções e na resposta que será dada às mudanças. Dito isso, é preciso também encontrar diferentes formas de aplicar medidas às novas abordagens e priorizar as conexões, envolvendo valores, propósitos e meios que facilitem o reconhecimento e a reentrada nesse novo normal. Elabore o “como” e estabeleça novos caminhos na vida profissional e pessoal.

  • Modelo de gestão em que “felicidade gera resultado”;
  • Momento de ajustar a forma de viver e costumes;
  • A importância de uma comunicação completa.

Marcio Fernandes
Autor do Best-Seller Felicidade dá Lucro e do Fim do Círculo Vicioso e Colunista da VOCÊ S/A

10:00 - LIDERANÇA ÁGIL: COMO FORMAR LÍDERES CAPAZES DE TIRAR O MELHOR DO ATUAL NEGÓCIO E DAS MUDANÇAS, TORNANDO A ORGANIZAÇÃO AINDA MAIS COMPETITIVA

As organizações estão buscando rever os seus modelos atuais de formação e desenvolvimento para que os atuais líderes sejam capazes de adquirir os novos comportamentos e os processos de avaliação de desempenho começam a ser revistos para aumentar o nível de consciência da atual liderança e, ao mesmo tempo, gerar a mudança de comportamento necessária. Definitivamente, desenvolver as habilidades de liderança ágil terá um peso grande nos objetivos das áreas de Desenvolvimento Organizacional nos próximos anos.

  • Propósito evolucionário;
  • Integralidade (“wholeness”);
  • Equipes autogerenciáveis.

Alberto Pezeiro
Sócio-Fundador e presidente

SETA

[PAINEL] 11:10 - CULTURA ORGANIZACIONAL E PROPÓSITO: COMO A GESTÃO DE PESSOAS PODE ABRAÇAR A TRANSFORMAÇÃO E COLHER BONS FRUTOS DAS EXPERIÊNCIAS NO PERÍODO DA PANDEMIA

O intenso trabalho realizado com a cultura organizacional permite manter o engajamento e fortalecer relacionamento, principalmente durante uma crise, e quando os desafios são falta de comunicação transparente e colaboradores com receio e desmotivados. Entenda como algumas ações podem impulsionar e melhorar a nova rotina de trabalho, garantir produtividade, refletindo o propósito e ditando o futuro dos negócios.

  • Saindo da zona de conforto;
  • Foco nas lições e aprendizados;
  • Ganhos e perdas com o novo e futuro formato de trabalho.
Painelistas

Lilian Souza
Diretora de RH

SAINT-GOBAIN | Telhanorte Tumelero

Kelly Guarnier
HR SR Manager

GSK

Vainer Piccolo
Gerente Sr de Remuneração e Planejamento de RH

CLARO

12:10 - O AUMENTO DA EFICIÊNCIA COM O TELETRABALHO E OS DESAFIOS EM LEGISLAÇÃO: COMO LIDAR COM A NOVA ROTINA DE DIGITALIZAÇÃO DOS PROCESSOS E AUMENTAR A PRODUTIVIDADE

A rápida mudança para um modelo home office trouxe, além das dificuldades de adaptação dos colaboradores, o aumento da carga de legislação e estudo de melhores práticas. O papel do RH é essencial para intensificar o trabalho normativo para o processo de transição e preparação para novas rotinas, já o suporte em relação a equipamentos e funcionamento estrutural das atividades remotas fica sob responsabilidade da área de TI, que, se bem preparada, ajudará a minimizar os impactos da mudança. Nesse período, mais do que nunca, é essencial que o trabalho seja feito em parceria com todas as áreas para, assim, favorecer o desenvolvimento do negócio e garantir resultados, também financeiros, muito positivos.

  • Importância do papel de RH nos processos legislativos;
  • Investimento em capacitação e trilha de aprendizagem com foco em teletrabalho;
  • Estrutura de apoio a saúde e laboratório, com apoio psicológico, virtual.

Alex Cavalcante Alves
Superintendente de Recursos Humanos, 

ANEEL

Trilhas Simultâneas - 24 de Novembro

SALA 1

SALA 2

14:00 - EMPLOYEE EXPERIENCE: A IMPORTÂNCIA DE CRIAR EXPERIÊNCIAS VALIOSAS PARA OS FUNCIONÁRIOS

A pandemia impactou globalmente o nosso estilo de vida e pode ser que seja a primeira de outras que virão, então, o desafio será transformar o ambiente por definitivo e adaptá-lo a fim de minimizar outros impactos e continuar oferecendo a cada colaborador uma relação duradoura e de confiança. Em um cenário como este, as pessoas perderam o senso de pertencimento e o ambiente virtual influenciou ainda mais a falta de envolvimento com a rotina, dificuldade de relacionamento com o time e exposição. A sociedade está se reinventando e, no âmbito do indivíduo, de que maneira saber como a organização é vista por ele? Será que inspira orgulho? O oferecido atende às expectativas? Essas e outras perguntas surgirão cada vez mais e direcionarão os próximos passos.

  • Flexibilização das políticas de RH;
  • Novos colaboradores e os desafios das boas-vindas virtuais;
  • Transformações duradouras e novas experiências.

Gabrielle Botelho
LATAM HR Director

CCG

14:00 - UNIVERSO DOS GAMES EM RECRUTAMENTO E SELEÇÃO: COMO MODERNIZAR PROCESSOS, COM FIT À CULTURA E QUE ERAM FEITOS APENAS PRESENCIALMENTE

Digitalizar e modernizar os processos em R&S, além de tornar o contexto em que os profissionais estão inseridos, mais leves, também dinamiza o trabalho de mensuração e identificação de novos talentos. Um dos pontos positivos em se adaptar às transformações e trabalhar com uma estrutura digital, é que pode se antecipar e ambientar o processo para que o candidato vivencie situações semelhantes à rotina e também faz com que o RH perceba competências e posturas na rotina e na equipe. Se diferenciar no mercado faz parte de um esforço árduo das equipes e garante que potenciais candidatos se interessem pelo processo e trabalho que a organização realiza. Saiba como a B2W quebrou paradigmas e entendeu a necessidade de digitalizar etapas antes mesmo da pandemia.

  • Implementação e uso da gamificação;
  • Desafios de contratação e redefinição dos processos obsoletos para o digital;
  • Gestão de indicadores.

Flávia Picanço
Gerente de Gente e Gestão

B2W DIGITAL

14:50 - VELOCIDADE E ASSERTIVIDADE EM TEMPOS DE CRISE: A IMPORTÂNCIA DA CULTURA E DA ESCUTA PARA ADAPTAÇÃO DOS PROGRAMAS JÁ EXISTENTES E A CRIAÇÃO DE NOVOS

Em tempos de grande dificuldade, a agilidade na resposta que é dada para suportar grandes impactos tornará o ambiente mais seguro e com recursos necessários para dar continuidade a rotina de trabalho do dia a dia. A partir do momento em que há escuta e a situação é compreendida, é possível tomar medidas eficazes e estimular novos hábitos aos colaboradores, sem perder o propósito do que foi feito anteriormente. As incertezas são inúmeras e a cada dia fica o desafio de proporcionar segurança e confiança para cada um, o que dará força para a retomada e uma nova maneira de se posicionar. Quando tudo muda a única certeza que podemos ter é sobre a cultura empresarial que desejamos viver. Em meio a novas mudanças, a Natura compartilha quais foram os aprendizados e escolhas para evoluir a experiência do colaborador durante o período de pandemia. Colocar as pessoas no centro, escutar com dados e agir rápido foram alguns dos caminhos para construir novos momentos e fortalecer as relações.

  • Promover o diálogo e entendimento;
  • A importância de destacar os valores e propósitos organizacionais;
  • Cultura flexível e consolidada.

Mariana Talarico
Diretora de Cultura e Desenvolvimento, 

NATURA &CO AMÉRICA LATINA

14:50 - DO OFFLINE PARA O ONLINE: COMO O GPA PROPORCIONA O DESENVOLVIMENTO DE SEUS COLABORADORES

A orientação estratégica, o compromisso com o alcance dos resultados traçados e a capacitação alinhada aos valores organizacionais são algumas das prioridades da gestão no GPA. Com mais de 60 mil funcionários (Extra e Pão de Açúcar) altamente capilarizado, ou seja, em todos os cantos do país, o Grupo tem como desafio envolver o time de colaboradores operacionais, mais atraído pelo formato presencial, para o treinamento on-line. Entenda como foi a virada de chave do presencial para o digital da Universidade do Varejo.

  • Processo de digitalização dos programas de sucessão e adaptação dos colaboradores;
  • Atividades permeadas por cultura, sustentabilidade e diversidade;
  • Monitoramento e resultados esperados.

Maria A. de Nonohay Schneider
Diretora de RH

GPA

16:10 - COMO A CAPACIDADE DE APRENDIZADO E A READAPTAÇÃO DE PRIORIDADES IMPULSIONAM PARA UMA LIDERANÇA DE DESTAQUE E SUCESSO NAS NOVAS RELAÇÕES DE TRABALHO

Ter que tomar medidas duras que impactam a vida das pessoas realmente é uma tarefa difícil, mas quando associada à capacidade de tirar aprendizados do caos, do perfil otimista, engajador e confiável de um ótimo líder, tudo terá uma nova perspectiva. Entenda porque uma liderança de destaque e bem capacitada pode acelerar a transformação e desenvolvimento do ambiente de trabalho.

  • Provocar reflexões sobre o novo modelo de trabalho;
  • Otimismo versus produtividade;
  • Novas maneiras de conectar pessoas;
  • Capacidade de aprendizado: a nova competência para os novos tempos.

Marcello Zappia
CHRO - People, Management & Culture

CVC CORP

16:10 - EMPLOYER BRANDING CONECTADO COM RECRUTAMENTO: ESTRATÉGIA PARA PROMOVER A MARCA EMPREGADORA COM UMA PROPOSTA TOTALMENTE DIGITAL QUE GERA VALOR PARA OS JOVENS UNIVERSITÁRIOS

Possibilitar que os jovens possam vivenciar a cultura e o negócio da organização, antes mesmo de ingressar no mercado de trabalho, é uma oportunidade única enquanto adquirem conhecimentos para o seu desenvolvimento pessoal e profissional e de seus projetos acadêmicos. Com ações online de relacionamento (webinars, treinamentos e mentorias), a Votorantim Cimentos se diferencia e se posiciona como Empresa Mentora nas principais universidades do país, captando os melhores talentos a partir de relacionamentos estabelecidos já nos primeiros anos da graduação.

  • Resultados obtidos entre janeiro e outubro/2020;
  • A tecnologia como ferramenta para aproximação e ações de relacionamento com futuros candidatos e talentos;
  • Criação de conteúdo para engajar e diferenciar as iniciativas de capacitação.

Aldo Frachia
Gerente de Diversidade e Captação

VOTORANTIM CIMENTOS

Segundo Dia - 25 de Novembro

[PAINEL] 09:00 - LIÇÕES DA CRISE: UMA NOVA PERSPECTIVA SOBRE COMO LIDERAR CONSIDERANDO AS MUDANÇAS CORPORATIVAS PERMANENTES NO PÓS-COVID

A pandemia da Covid-19 trouxe grandes desafios para o mundo corporativo, que vão desde a mudança abrupta do trabalho presencial para o remoto a garantir a continuidade dos negócios. Grandes líderes mudaram suas abordagens de gestão para ganharem flexibilidade, com mente aberta e adaptável, para apresentar, de fato, suas melhores qualidades de liderança nesse momento de crise, como empatia, serenidade em tomadas de decisão e transparência nas comunicações. Reunimos, neste painel, CEOs e presidentes de importantes companhias para compartilhar suas experiências e perspectivas sobre como liderar suas equipes nesse novo mundo do trabalho:

  • Mudanças permanentes no ambiente de trabalho e competências essenciais para este novo cenário;
  • Liderança humanizada e empática para acolher, motivar e manter as equipes conectadas;
  • A importância da comunicação objetiva, transparente e consistente em situações pré e pós-crise;
  • Aceleração de conversas e iniciativas em igualdade, diversidade e inclusão.

Moderadora

Sofía Esteves
Presidente do Conselho

CIA DE TALENTO

Painelistas

Chieko Aoki
Presidente

BLUE TREE HOTELS

Lídia Abdalla
Presidente Executiva

GRUPO SABIN MEDICINA DIAGNÓSTICA

09:50 - XP DE QUALQUER LUGAR: O NOVO JEITO DE TRABALHAR QUE DEU CERTO ANTES MESMO DE SER IMPLEMENTADO

Muitos conceitos e regras foram ressignificados no cenário atual, abrindo espaço para oportunidades nunca antes imaginadas e tornando a capacidade de se adaptar rápido ainda mais relevante como diferencial competitiva. Saiba como foi a decisão disruptiva da XP Inc. de construir uma sede conceito e transformar a organização em um estilo de vida, atingindo níveis de engajamento nunca pensados até então.

  • - A história por trás da “XP de Qualquer Lugar”;
  • Qualidade de vida e a capacidade de gerar valor;
  • A reinvenção do escritório e o que virá pela frente.

Lucas Aguiar
Partner / Head de Produtos de RH, 

XP INC.

10:40 - DE QUE MANEIRA CONTAR COM UMA LIDERANÇA CONSTRUTIVA, QUE CONSIGA TRABALHAR COM RESPONSABILIDADE, COMPROMETIMENTO E MANTER A CULTURA DE COOPERAÇÃO

Os desdobramentos no cenário atual são imprevisíveis e além da difícil tarefa de conduzir equipes à distância, o líder assume novos desafios para diminuir riscos operacionais, analisar e trabalhar novas competências e ser o suporte para manter a rotina em funcionamento e obtendo resultados. A taxa de desmotivação da alta liderança aumentou e acaba passando para suas as equipes, afetando processos e a produtividade, mas se ele contar com uma estrutura que o apoie e que esteja conectada com os valores e cultura organizacional, poderá manter e melhorar suas funções e atender com qualidade às novas demandas.

  • O papel da liderança no momento de incerteza;
  • Cultura como fator fundamental de engajamento;
  • Posicionamento do RH nesse período.

Caio Nalini
Gerente de gestão de pessoas

MAGAZINE LUIZA

12:00 - DEZ INSIGHTS DE LIDERANÇA PARA DESCOBRIR OPORTUNIDADES NA INCERTEZA

Articular estratégias pensando no futuro é cada vez mais necessário para antecipar necessidades e garantir que o planejamento e as transformações virem realidade. Segundo Dave, uma organização tem de ser mais e maior do que a simples reunião de talentos e esse é o papel da cultura corporativa. Sendo assim, o profissional de RH tem o poder de influenciar a performance dos negócios quando inova e trabalha o talento, a cultura e a liderança de maneira integrada, enxergando as mudanças do mundo externo e o valor que se agrega a cada ação. Obtenha insights valiosos sobre como liderar em tempos de incerteza, sem perder de vista o futuro do trabalho e a importância de uma cultura organizacional consolidada.

  • A construção de departamentos de RH mais eficazes;
  • Como o RH deve refletir a lógica e a governança do negócio;
  • Evolução da liderança: mudança de foco no líder "herói" individual para liderança compartilhada.

Dave Ulrich
Palestrante, professor e autor de diversos livros sobre liderança e organização

[PAINEL] 14:00 - A IMPORTÂNCIA DE MANTER AS INICIATIVAS EM DIVERSIDADE E INCLUSÃO, REFORÇANDO A CULTURA E COM AÇÕES CONECTADAS AO CENÁRIO ATUAL


Muitas iniciativas perderam destaque diante do cenário, muitos objetivos mudaram e o assunto principal se tornou a pandemia e as transformações que vieram com ela. Ao mesmo tempo, temas como diversidade, inclusão e equidade ganharam destaque e o comprometimento com os valores e com o propósitos organizacionais faz com que as empresas não deixem de realizar e dar continuidade nas ações, que engajam e se conectam com os colaboradores. Entenda quais as novas perspectivas sobre o tópico e como a revisão de comportamentos pode integrar oportunidades.

  • Lições que fortalecem as iniciativas já realizadas;
  • Valorização do indivíduo e as vulnerabilidades em tempos de pandemia;
  • Programas que agregam valor à organização e impulsionam a produtividade.

Moderadora

Fabiana Cymrot
Vice-Presidente de Recursos Humanos

MASTERCARD BRASIL E CONE SUL

Painelistas

Daniele Botaro
Head of Diversity & Inclusion Latam

ORACLE

Salim Khouri
Head of Talent LATAM

FORD

Bárbara Galvão
Head de Diversidade e Inclusão

UBER

14:40 - DE DENTRO PRA FORA: DIVERSIDADE RACIAL E A PANDEMIA

Ao longo do caminho, os ajustes e as mudanças serão cada vez mais necessários, mas como se adaptar dentro de casa e conseguir se conectar com quem está fora? Cada escolha da organização impacta diretamente na maneira de pensar e agir da comunidade ao redor, clientes e parceiros. A transformação comportamental é fruto das novas possibilidades que a rotina traz e com isso cabe às organizações se antecipar e entender que as novas decisões também serão baseadas em sinergia e identificação. Dito isso, todo e qualquer trabalho ou tomada de decisão, dentro da empresa, influenciará a maneira com que as pessoas avaliarão o trabalho realizado e se condiz, ou não, com suas expectativas pessoais.

  • A influência comportamental e o poder da mudança dentro das organizações;
  • Lapidando novos hábitos;
  • Os impactos do cotidiano na tomada de decisão.

Alexandra Oliveira
Quality Director LAR

WHIRLPOOL CORPORATION

15:30 - INOVAÇÃO, CRESCIMENTO E PESSOAS: POR QUE AS EMPRESAS COM CAPACIDADE DE APRENDER SÃO UM CAMINHO PARA A GERAÇÃO DE VALOR E MUDANÇAS NA SOCIEDADE

O que de fato motiva as pessoas e como as organizações estão colocando isso em prática? A cultura de crescimento e inovação no trabalho no dia a dia pode permitir que o potencial das pessoas alavanque e transforme as empresas e a sociedade. Isto dependerá muito de como a cultura organizacional, os incentivos e o ambiente possibilidade que as pessoas colaborem pelo máximo de seu potencial. Como trabalham as organizações que aprendem e valorizam a cultura de autonomia e inovação?

  • Vulnerabilidade e empatia;
  • Segurança psicológica;
  • Aprendizagem e crescimento.

Daniel Spolaor
Directo de Gente

AMBEV

[WORKSHOP] 16:50 - COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA E CONEXÃO EMOCIONAL: COMO DESPERTAR A EMPATIA NAS RELAÇÕES CORPORATIVAS

Conectar a empresa e colaborador, estimular a empatia e a colaboração independentemente da situação, é um grande desafio. Achar que o óbvio não precisa ser dito é erro muito cometido e inviabiliza a autenticidade nas relações profissionais e a solução dos conflitos internos. Estabelecer uma conexão emocional à distância também é muito delicado, então, é necessário que as ações sejam revistas e que a liderança se posicione de maneira a administrar firmemente as aflições e cobranças do cotidiano. O que fazer agora nesse novo mundo? Como cobrar resultado e ser empático? Nesse workshop, entenda como fazer uma comunicação empática, na prática, e com questões reais e dentro dos modelos de comunicação não violenta.

  • Situações de dificuldade aplicadas dentro do modelo de CNV;
  • O papel do RH nessa conexão emocional;
  • Conceitos e troca de experiências.

Carolina Dória Romeo Losicer
Head of Engagement, Communication and Social Responsibility, 

COCA-COLA

Terceiro Dia - 26 de Novembro

09:00 - COMO MANTER A CULTURA ORGANIZACIONAL DE UMA EMPRESA VIVA, TRABALHANDO À DISTÂNCIA?

Trabalhar o senso de confiança entre colaboradores é primordial e, se antes já era delicado explorar e disseminar a cultura organizacional, agora, à distância, a dificuldade parece aumentar. Manter a cultura, propósito e valores vivos é a chave para manter todos conectados, com o mesmo objetivo e até mesmo com a distância, tudo o que foi e será consolidado, não se perderá. Cultivar as conexões diariamente, estabelecer novas diretrizes e possibilitar que todos vivenciem a cultura na rotina de trabalho é de suma importância.

  • Plano de crise que a Getnet adotou com a inesperada crise da Covid-19;
  • Comunicação como aliada para fortalecer os vínculos e as equipes;
  • Gestão próxima, eficaz e humanizada;
  • Práticas culturais e a adaptação ao cenário atual.

Rogério Said
Vice-Presidente de Pessoas, Gestão de Negócios e Cultura

GETNET

09:50 - LIDERANÇA REMOTA: QUAIS OS ASPECTOS MAIS RELEVANTES PARA GERENCIAR EQUIPES A DISTÂNCIA

A busca por diferentes maneiras para fortalecer vínculos se acentuou mais ainda, pois agora é preciso manter a proximidade também no virtual. As relações de trabalho presenciais deram espaço para o contato online e para uma nova gestão remota, que envolve planejamento de curto a longo prazo em situações adversas, aperfeiçoamento da capacidade de organizar tarefas e equipes e ao mesmo tempo cuidar de si mesmo. Ter uma relação de confiança com a equipe é essencial, mas também um grande desafio quando se tem sobrecarga de trabalho, adaptação a mudanças e diferentes comportamentos influenciando a rotina de uma só vez. De qualquer maneira, é preciso encontrar o equilíbrio e saber como utilizar a melhor ferramenta, que é a comunicação, para gerar bons resultados e fortalecer relacionamento com a equipe remotamente.

  • Importantes aspectos para uma gestão à distância eficiente;
  • Incentivo a conexão e as relações humanizadas;
  • Ressignificação de tempo versus produtividade.

Mariane Pieroni
People Development Manager

IFOOD

11:20 - O EXERCÍCIO DO PROPÓSITO PARA TRANSFORMAR A VISÃO DA EMPRESA PARA O FUTURO

Quando os valores de uma organização são declarados e adotados proativamente por todos os líderes e funcionários, os resultados podem prosperar. Esta foi a trilha que acompanhou a transformação tecnológica pela qual passou a Roche, na Índia, cujo propósito não era apenas focado nos medicamentos, mas como inspirar as pessoas a transformar os cuidados com a saúde na Índia e a cuidar da vida de todos os pacientes por meio de soluções sustentáveis e inovadoras. Conheça mais sobre essa jornada de propósito organizacional, liderada pela então Chief Purpose Officer Lara Youmi Bezerra, uma brasileira que já havia ocupado o cargo de General Manager da Roche na Venezuela e, anteriormente, da Bayer no mesmo país. Entenda:

  • O desafio de construir uma nova cultura alinhada ao propósito;
  • A importância das soft skills para criar times especialistas em valor.
  • Empoderamento de líderes e funcionários para o desenvolvimento de estratégias focadas em propósito;

Lara Yumi Bezerra
Ex-Chief Purpose Officer

ROCHE INDIA

[PAINEL] 13:40 - COMO INTENSIFICAR AS AGENDAS DE SAÚDE EMOCIONAL E SE DEDICAR A UM TRABALHO HUMANIZADO DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

Com a pandemia, os problemas de saúde emocional triplicaram e ganharam ainda mais destaque nas organizações. Mas, por muitas vezes, falta o suporte necessário e falta intensificar o diálogo e entender as necessidades e opinião de cada colaborador para mapear e acertar nas medidas de prevenção e cuidado. Hoje, priorizar ações que auxiliem o equilíbrio emocional em longo prazo, como uma responsabilidade e não ação pontual e pensar acima de tudo no ser humano, é primordial.

  • Proporcionar conteúdo e atividades relacionadas a bem-estar;
  • Sustentar um sentimento de solidariedade e formação de redes de apoio;
  • Estratégias que geram resultados positivos.

Luiz França
Diretor de RH

KORDSA

Luiz Gustavo Vala Zoldan
Gestão de Cuidados - Saúde Mental
HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN

Tânia Moura
VP da ABPRH e autora do livro Mulheres do RH

Fabrício Morais
Gerente de Saúde Assistencial e Ocupacional
MERCEDES-BENZ

[WORKSHOP] 14:40 - CULTURA DE INOVAÇÃO E COCRIAÇÃO: COMO ALAVANCAR OS PROJETOS DE INOVAÇÃO E ADAPTÁ-LOS À REALIDADE DO SEU NEGÓCIO

A melhor forma de se gerar empatia é entender a realidade de outra pessoa, mas e quando o desafio é entender a própria realidade? Quando se fala em inovação, não é diferente, é preciso também entender e aperfeiçoar metodologias, para adaptá-las ao negócio e que reflita a cultura organizacional. Dentro das possibilidades de aprendizado, a ferramenta significa o “como” e o design é co-criar com as pessoas, dessa forma, como envolver profissionais de diferentes áreas, com multi-habilidades, presencial ou virtual, e transmitir a importância de aprender novas formas de inovar e se desenvolver. Neste workshop, conheça na prática a metodologia de Design Sprint e como cultura de inovação, se tornou símbolo para grandes desenvolvimentos dentro da Embraer.

  • Desafios e implementação da metodologia de Design Sprint;
  • Eixos da cultura organizacional: Comportamento, símbolo e sistema;
  • Ambiente colaborativo para realizar algo único e antecipar planejamentos.

Thiago Yamabuchi
Startup Ecosystem Leader & Innovation Culture

EMBRAER

AGRADECEMOS AOS NOSSOS PARCEIROS POR TORNAR TUDO ISSO POSSÍVEL

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO

Mais de 5 mil líderes participam dos nossos programas educacionais todos os anos

A Blueprintt habilita líderes empresariais a transformar decisões incertas em estratégias assertivas, produzindo informações independentes que melhoram o resultado de líderes e empresas em seus ambientes de negócio

Contato