Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Como ter garra para alcançar o sucesso em seus projetos profissionais
Para a escritora Angela Duckworth, garra é, na verdade, uma combinação entre dois fortes elementos: perseverança e paixão. Entenda como combiná-los.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

O livro Garra: o Poder da Paixão e da Perseverança é um daqueles obrigatórios para todos que desejam alcançar êxito e sucesso em seus projetos profissionais, mas muitas vezes se deparam com frustrações, dúvidas e vontade de desistir.

 

Angela Duckworth, autora do livro, mostra com dados relevantes que desistir não é o caminho. Pelo contrário, a chave do sucesso está em persistir, ou melhor, ter garra.

 

Aliás, conhecemos bem essa palavra, não? Garra, sinônimo de determinação. Para a escritora, garra é, na verdade, uma combinação entre dois fortes elementos: perseverança e paixão.

 

Perseverança consiste em lutar por um objetivo incansavelmente, dia após dia, mesmo que levem anos para alcançar a tão sonhada meta.

 

Mas para ter perseverança é preciso ter paixão, ou seja, o sentimento que te faz acordar todo dia e te manter interessado(a), que te move, que te impulsiona.

 

Do mundo dos negócios aos estudos

 

Com 27 anos, Angela deixou um trabalho exigente como consultora de gestão administrativa para ensinar matemática a alunos do 7º ano nas escolas públicas de Nova York, nos Estados Unidos.

 

Vários anos na sala de aula ensinaram-lhe que a garra era tremendamente importante para o sucesso, muito mais que o talento.

 

Para entender melhor o porquê de algumas pessoas serem mais bem-sucedidas ou não, ela deixou o ensino para voltar à faculdade e se tornar psicóloga. Angela começou a estudar jovens e adultos em todos os tipos de cenários desafiadores.

 

Segundo ela, foram estudados professores novatos que trabalhavam em bairros perigosos, questionando quais deles ficariam ali dando aulas até o final do ano letivo e quais seriam mais eficazes em aprimorar o aprendizado de seus alunos.

 

Também foram feitas pesquisas com empresas, perguntando quais colaboradores iriam se manter no emprego e quem iria ganhar mais dinheiro, em diferentes contextos.

 

“Uma característica se destacou como significativo indicador de sucesso e não foi inteligência social, não foi boa aparência, nem saúde física. O grande indicador foi a determinação, essa combinação de paixão e perseverança em objetivos de longo prazo”, revela a autora.

 

 

Ela cita como exemplo a própria história como filha de um cientista que, com frequência, notava sua falta de “genialidade”.

 

Angela, hoje psicóloga e pesquisadora renomada, descreve as primeiras revelações que a levaram à hipótese de que não é a “genialidade” que realmente conduz ao sucesso, mas sim essa combinação especial de paixão e perseverança.

 

“‘De gênio você não tem nada’, dizia meu pai quando eu era pequena. Hoje entendo que ele estava falando tanto para si mesmo quanto para mim. Se definirmos genialidade como a capacidade de realizar grandes coisas na vida sem esforço, nesse caso ele tinha razão. Não sou genial – nem ele. Mas, se definirmos genialidade como trabalhar no rumo da excelência, sem parar e com todas as fibras do seu ser, neste caso meu pai é um gênio, como também eu e, provavelmente, você.”

 

O porquê da garra

 

Angela acredita que a maioria das pessoas estaria em melhor situação financeira se tivessem mais garra, e não menos. “Talvez haja exceções. Pessoas excepcionais não precisam ter mais garra, mas são raras”, declara.

 

Ao longo do livro Duckworth discorre sobre estudos de casos de sucesso para comprovar sua teoria de que sucesso depende de garra. Segundo ela, para conquistar um objetivo, todas as pessoas devem passar por cinco etapas:

 

  1. Interesse – quando você descobre algo que vale a pena lutar;
  2. Engajamento – a coragem de tomar as rédeas daquele projeto e se engajar totalmente com tudo que o rodeia;
  3. Prática – o ato de arregaçar as mangas e trabalhar arduamente pelo fim desejado;
  4. Propósito – a intenção de contribuir com o bem-estar de outras pessoas;
  5. Esperança – a capacidade de se levantar após uma queda, por acreditar que o esforço trará resultados, independentemente do tempo que irá levar.

 

A escritora sustenta ainda que garra tem mais a ver com resistência do que com intensidade.

 

Em seu livro, Angela descreve o diálogo que teve com um espectador de suas palestras, ao contar como estava se empenhando em seu projeto, para demonstrar sua garra:

 

[Angela] Pular de uma profissão para outra, de uma área para outra totalmente diferente… não é isso o que as pessoas que têm garra fazem.

 

[Espectador] Mas e se eu mudar de atividade várias vezes e me dedicar muito nesse percurso?

 

[Angela] Garra não é só se dedicar muito. Isso é apenas uma parte. Garra tem a ver com você trabalhar em algo que valoriza tanto a ponto de querer permanecer leal a essa atividade.

 

A autora revela que, para a maioria das pessoas, manter-se focada nos mesmos objetivos ao longo do tempo é mais difícil do que trabalhar duro e superar obstáculos.

 

O sucesso, portanto, está associado a manter uma mesma meta definitiva a longo prazo e ao mesmo tempo organizar metas diárias e intermediárias em função desse único objetivo.

 

“Temos que usar nossas melhores ideias, nossas fortes intuições e precisamos testá-las. Precisamos mensurar se tivermos sucesso e temos que aceitar nossas falhas e começar de novo com as lições aprendidas. Em outras palavras, precisamos ter garra”, sentencia.

 

Em seu livro, Angela ainda compartilha com o leitor o que aprendeu ao entrevistar dezenas de pessoas bem-sucedidas nos mais diversos campos de atuação, desde o CEO do J. P. Morgan a um cartunista da The New Yorker.

 

Essa é uma daquelas obras profundamente inspiradoras e capazes de transformar vidas, por mostrar que não é sorte, mas sim trabalho duro e constância que podem fazer toda a diferença.

 

Gostou da indicação do livro?

 

Quer receber todos os meses em sua casa um exemplar selecionado por nossa equipe de especialistas? Faça parte do clube de livros de gestão Blueprintt Box.

 

O hábito da leitura é fundamental e sabemos que este é um desafio para muitos profissionais que trabalham demais.

 

Com 25 minutos diários, você consegue concluir um título a cada 25 dias. Conheça o Blueprintt Box clicando aqui.

Autor

Jessica Moraes

Jessica é formada em Jornalismo e Pós Graduada em Marketing Digital, escreve sobre Negócios, Tecnologia, Inbound Marketing, Moda e Empreendedorismo.