Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Como a leitura de livros pode te diferenciar em uma entrevista de emprego
Especialista de RH explica por que o hábito de ler é fundamental não só na contratação, como também na evolução dos profissionais nas empresas.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

É muito comum em uma entrevista de emprego o recrutador perguntar qual a última leitura de livros que o candidato fez. Você se sente confortável ou apreensivo em responder esse questionamento?

Pois é, mesmo se não atuar em uma área profissional que lide com produção de conteúdo, você não pode abrir mão da leitura.

Muitos adolescentes, naquela hora crucial de escolher sua profissão, pensam que pessoas das áreas de exatas ou biológicas, por exemplo, não terão que ler livros após a faculdade.

Nem preciso dizer que eles estão completamente enganados, certo?

A leitura de livros é mais do que um passatempo ou uma ferramenta de trabalho. É um meio de desenvolvimento de senso crítico, aumento de conhecimento, poder de coesão, ampliação de pontos de vista, além do treino da nossa boa e velha gramática.

E todos estes pontos estarão presentes e serão essenciais para a vida profissional de qualquer pessoa, seja qual for a carreira que escolha.

Sabe aonde o mercado começará a te cobrar tudo isso? Já na entrevista de emprego.

No entanto, se te perguntarem o último livro que leu, pode citar uma obra de ficção, como Senhor dos Anéis ou Harry Potter?

O candidato ganha pontos por ser sincero e dizer que não tem hábitos de leitura?

Por que é importante para os recrutadores saber se o profissional lê ou não livros com frequência?

Entrevistamos Marcelo Nóbrega, Diretor de Recursos Humanos na Arcos Dourados, operadora do McDonald’s no Brasil, sobre esse tema.

Mas, já aviso desde agora: a leitura de livros é fundamental para o seu desenvolvimento profissional. Confira o porquê abaixo.

[Blueprintt] Por que recrutadores perguntam o último livro que o candidato leu?

A questão não é, única e exclusivamente, os livros, mas sim a prática a leitura, é isso que os recrutadores procuram.

Ler demonstra conhecimento, vontade de aprender, mostra você como alguém antenado, que sempre busca coisas novas. Ou seja, revistas, jornais, estudos, tudo isso é válido.

[Blueprintt] Mas é válido ler qualquer título ou é preciso buscar os livros certos para o seu crescimento?

Ao escolher os títulos que vai ler, lembre-se, temas de mercado importam, mas os que estejam diretamente ligados à sua área de atuação são importantíssimos.

E, mais do que mencionar títulos, demonstre o que aprendeu com o conteúdo e como o aplica na sua vida.

Varie as obras clichês, diversifique os assuntos e, acima de tudo, demonstre sua inteligência sempre.

[Blueprintt] Posso mentir quando não tiver o hábito da leitura de livros?

Para fugir das ciladas, simplesmente não minta. Não tente inventar nada, você vai se enrolar e será pior.

O máximo que você pode fazer é tentar explicar porque não tem o hábito de ler (se for o caso).

Mas, olha, mesmo assim a tendência é o resultado ser bem negativo, pois a falta de interesse pela leitura é um erro grave para quem recruta.

Demonstra que a pessoa, provavelmente, é acomodada, não desenvolveu o hábito de analisar cenários de maneiras diferentes, unindo a criticidade de outras pessoas a sua própria, entre outras percepções.

O mundo muda todos os dias e temos que acompanhar.

[Blueprintt] Quais os aprendizados da leitura de livros para a carreira?

Entre os ganhos mais valiosos que o hábito da leitura pode trazer à sua carreira, estão aprimorar as suas técnicas e aplicar novas delas ao seu repertório e aprender a ampliar seu campo de visão.

Além disso, a leitura pode despertar novos interesses, que, inclusive, podem te ajudar na escolha ou transição de carreira.

[Blueprintt] Quais livros você indicaria para quem almeja crescimento profissional?

Nunca fuja dos clássicos mundiais (só não fique eternamente preso a eles).

Fora estes, eu indico o meu livro, que se chama: “Você está contratado”. Pois, mais do que uma visão de mercado ou de uma área específica, é muito importante também saber como lidar com este primeiro estágio que todo mundo passa antes de progredir em qualquer emprego: a entrevista.

Minha próxima indicação é a obra “Organizações Exponenciais” de Ismail Sali,‎ S. Malone Michael e‎ Van Geest Yuri. Ele traz assuntos atuais e que fala sobre o crescimento profissional dentro de uma empresa como um todo.

E, falando de livros mais técnicos, se você é da área de Recursos Humanos como eu, não deixe de ler as obras do autor Dave Ulrich e também uma das publicações que mais me transformou como profissional, “What got you here, won’t get your there” (O que te trouxe até aqui, não vai te levar até lá), de Marshall Goldsmith.

O principal aprendizado que eu tive com ele é sobre as barreiras profissionais que não enxergamos e que, aprender a enxergar as coisas pela perspectiva de outras pessoas somadas a sua, é mais do que essencial para ultrapassar estes obstáculos.

Além do fato de, finalmente, entender que para a vida profissional o comportamento é muito mais importante do que o acúmulo de técnicas.

Conheça o Blueprintt Box

Gostou da entrevista de Marcelo Nóbrega? Entendeu por que é importante ter o hábito da leitura de livros na sua carreira?

Se você sente dificuldade em escolher o livro certo para o seu crescimento profissional ou de inserir a leitura no seu dia a dia corrido, temos uma dica.

Trata-se do Blueprintt Box, clube de livros por assinatura da área de gestão e liderança, que tem o intuito de incentivar e acelerar o hábito da leitura na sua vida profissional.

Com ele, você recebe um livro selecionado por mês e um plano de leitura que propõe usar apenas 25 minutos do seu dia.

Isso mesmo, com menos de meia hora por dia você completará a leitura de um livro importante para o seu desenvolvimento profissional em um mês, adquirindo novos conhecimentos.

Que tal começar esse desafio?

Quero conquistar o sucesso com os livros do Blueprintt Box.

Autor

Barbara Marques

Barbara é graduada em Jornalismo pela FIAM-FAAM, atua profissionalmente há cinco anos, tanto em conteúdo factual, quanto para empresas. É especialista em produções relacionadas à tecnologia, fraude, business e marketing, entre outros. Além de vasto conhecimento em cobertura de eventos, palestras e coletivas.