Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Qual a importância da inovação para as empresas?
O que antes era apenas um diferencial, passou a ser praticamente uma necessidade. Saiba como começar a tratar de inovação na sua empresa.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

Não é mistério para ninguém que inovação deixou de ser apenas um diferencial nas empresas hoje em dia e passou a ser praticamente uma necessidade.

Não importa se você acabou de iniciar uma microempresa ou se é dono de uma multinacional, quem não inova e insiste em métodos retrógrados em tempos modernos fica a anos luz atrás da concorrência.

No entanto, inovar não é para qualquer um, justamente por não ser um processo “fácil” de se implementar.

E, talvez pela falta de conhecimento de muitos gestores, o tema nunca esteve tão em alta. Portanto, hoje é dia de falarmos sobre isso.

Se você sente que o mercado já não é mais o mesmo, que os tempos mudaram e que se você não tomar uma atitude hoje as coisas em breve irão ruir como um castelo de areia na praia, esse artigo é para você!

Ao terminar de ler, você descobrirá que inovar é ir além, conseguirá olhar adiante da curva e poderá mudar a sua forma de pensar para “fora da caixinha”.

Entendendo o que é inovação…

Inovar é basicamente criar algo novo a partir de um modelo já existente.

E isso não se aplica somente a produtos novos para o mercado, mas também a métodos e serviços.

Basicamente, o processo de inovação se concentra em melhorar algo que já existe, a partir de uma análise de viabilidade e necessidade de demanda.

O objetivo principal na hora de se pensar em inovação é tornar mais atraente e interessante para o consumidor final aquilo o que você oferta, além de melhorar os processos internos de operação do seu negócio para seu alcançar maior eficiência e lucratividade.

Todo valor é gerado a partir da criatividade para tornar o seu produto/serviço melhor, para que atenda um número cada vez maior de necessidades e, assim, abrir novas oportunidades e mercados.

Para os que não se recordam, foi exatamente isso que Bill Gates fez com o sistema operacional Windows.

Ele inovou ao pegar um sistema que já existia da Macintosh e criou um novo com as mesmas predisposições, porém, tornando-o melhor, mais simples e mais viável (financeiramente) ao público.

Claro, este exemplo gera polêmica. Steve Jobs, por exemplo, dizia que Gates não tinha imaginação, dando a entender de que ele não passava de um copiador barato ao invés de um inovador.

Mas, há controvérsias. E Gates possui seguidores ferrenhos que o defendem com unhas e dentes.

A grande questão aqui é: este é sim um exemplo de gestão da inovação.

Pois, sem dúvida, mesmo que Bill Gates tenha criado algo semelhante ao que já existia, teve todo um processo nos bastidores. E não à toa essa inovação que ele trouxe garantiu sucesso até os dias de hoje.

A sua inovação levou algo a mais para as pessoas, ela melhorou a vida de um grande público tornando a tecnologia da computação mais acessível ao trabalhador comum.

Cultue a inovação no seu trabalho

Seja você um empresário, um pequeno empreendedor ou um colaborador em uma empresa, exercitar uma mentalidade criativa te conduzirá mais facilmente às conquistas que você almeja.

A inovação requer, necessariamente, saber aceitar riscos. Sim, pois parte-se do pressuposto de que algo inovador é algo que ainda não foi tentado, portanto precisa-se realizar testes.

Inovar, de fato, não é fácil. Se trata de pensar em caminhos diferentes e colocá-los à prova. Isso vai contra a tendência natural do cérebro humano de economizar energia, usando sempre os mesmos “caminhos de pensamentos” já conhecidos.

Portanto, se você quer inovar, necessariamente precisa sair da zona de conforto. Aliás, todos os envolvidos no fornecimento de uma oferta precisam se desafiar nesse objetivo: de colaboradores a diretores executivos.

Uma maneira de se cultivar uma mentalidade inovadora é promovendo palestras e cursos para a equipe de colaboradores envolvidos em um projeto.

Outro grande exemplo de como desenvolver uma cultura de inovação em uma empresa é escutando todos os colaboradores envolvidos para ouvir suas ideias.

Um prática bem conhecida para isso é o conhecido “brain storm”, onde várias pessoas envolvidas em um projeto se reúnam e compartilham livremente hipóteses de soluções.

Contar com outros pontos de vistas é muito importante para conseguir inovar. Um grande exemplo disso é a história de como surgiu o Post-It, da empresa 3M, aquele papelzinho que todo mundo usa para fazer anotações.

Assista no vídeo abaixo essa incrível história de inovação.

Os melhores livros para a inovação de sua empresa estão no Blueprintt Box

Pois bem, se com somente algumas informações você já pode conferir a importância da inovação para uma empresa, imagine o que você faria com ainda mais conhecimento?

Acredite, existe uma fileira de livros que você pode ler que revelam incríveis métodos de inovação.

Biografias com experiências de homens e mulheres que alcançaram o sucesso através da inovação, com dicas e mais dicas do que você pode implementar em sua empresa, independente do nicho ou área de atuação.

Hoje todo empreendedor precisa inovar.

E são os inovadores que se destacam no oceano azul de concorrentes.

Lembra do que falamos sobre ter a visão além do alcance e pensar “fora da caixinha”?

Pois é, isso tem tudo a ver com o mundo do empreendedorismo. Afinal, para superar desafios, o tempo todo o empreendedor precisa criar soluções.

Tornar-se um ser inovador é o que fará a diferença para o seu negócio. E o mundo dos livros sobre negócios e gestão de inovação vão te ajudar absurdamente nessa missão.

Com o Blueprintt Box você pode ler os melhores deles.

Chegou a hora de você levar a sua empresa a um novo patamar. Mas depende de você.

O Blueprintt Box propõe o seguinte método: nós te enviamos um livro todo mês, com títulos sobre gestão, liderança e negócios. E você deverá ler por 25 minutos todos os dias.

Ao final do mês, você terá lido o livro inteiro. E no mês seguinte, receberá um novo título selecionado pela nossa curadoria especializada.

Que tal começar esse desafio e se desenvolver pessoalmente hoje mesmo?

➥ Quero inovar na minha empresa com os livros do Blueprintt Box

Autor

Bruno Andrade

Bruno é CEO e co-fundador da Blueprintt. Ele é responsável por formular as estratégias e liderar nossa equipe à efetivamente ajudar líderes empresariais a antecipar, assimilar e solucionar desafios, proporcionando informações práticas e atuais sobre o ambiente de negócios.