Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Entrevista com Cleide Oliveira: como aprimorar a gestão do RH nas empresas
Para ela, a marca da empresa tem se tornado cada vez mais o fator decisivo no processo de atração e retenção de talentos de alta performance. E cabe à área de Recursos Humanos criar ações que fortaleçam a companhia.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

Como uma das mais renomadas profissionais de Recursos Humanos do País enfrenta desafios e vê o futuro da gestão do RH nas empresas?

 

É o que fomos descobrir com Cleide Oliveira, profissional premiada que hoje faz parte da direção de uma das maiores empresas de varejo do mundo.

 

Cleide já foi eleita a melhor profissional de RH no ano de 2014 por se destacar frente a seu trabalho de gestão de pessoas.

 

Ela nos conta quais têm sido os maiores desafios e as novas demandas para essa área tão relevante para o crescimento de profissionais e organizações dentro do cenário nacional.

 

Confira na entrevista a seguir.

 

[Blueprintt] Como professora de formação, como você se encontrou na área de RH?

 

Meu maior objetivo ao me tornar Letróloga era transmitir e adquirir conhecimento. Tive a oportunidade de sair da sala de aula para a área de Educação Corporativa. Com isso, percebi que poderia atuar com o mesmo propósito, buscando soluções para promover a gestão do conhecimento e ainda ampliar os horizontes de líderes e colaboradores.

 

[Blueprintt] São mais de 17 anos de experiência na área, com premiações durante a carreira, como é para você esse reconhecimento?

 

Acredito muito que o reconhecimento é uma consequência, resultado que está ligado com a motivação que temos de nos mobilizar a cada momento de nossa carreira. O processo é natural. Quando as pessoas de seu time crescem e se desenvolvem cada vez mais, o mesmo ocorre com você, que lidera esse time.

 

[Blueprintt] Quais os maiores desafios que você acredita que o RH enfrenta hoje e qual a melhor forma de superá-los?

 

O desafio ainda continua em atuar na velocidade exigida pelas mudanças. Temos que nos antecipar frente às necessidades do business, dos gestores, dos colaboradores, do mercado e de nossos clientes. O ambiente de trabalho e a relação entre empregado e empregador tem mudado drasticamente.

 

Assegurar que há uma cultura organizacional empenhada em cumprir com a missão e visão da empresa, garantir pacote de benefícios diferenciados, oferecer horários flexíveis atrativos e focar constantemente na formação da liderança atual e na geração futura de líderes já não basta.

 

Acredito que fazer parte da transformação digital, configurar de forma horizontal o desenho organizacional, aumentando assim a sinergia, a colaboratividade e a solução de problemas entre os times e a sistematização dos processos de gestão farão toda a diferença para enfrentar estes desafios.

 

 

[Blueprintt] Como você visualiza o futuro do RH e quais serão as novas demandas?

 

O futuro do RH já é presente. Os maiores desafios que tenho acompanhado no mercado são: foco crítico no employer branding. O papel do RH é fundamental nas frequentes iniciativas que impactem a marca da empresa, uma vez que a marca tem se tornado cada vez mais o fator decisivo no processo de atração e retenção de talentos de alta performance.

 

Outro aspecto importante é a habilidade da liderança na gestão do mix de gerações. Entender as diferenças de experiências, de modelos mentais e de características únicas que cada indivíduo possui, ampliará a colaboratividade do ambiente, favorecendo a agilidade, a comunicação e a cooperação entre os times, impactando no aumento da produtividade e dos resultados esperados.

 

Por último, não menos importante, o RH precisa criar diferentes canais para ouvir os colaboradores e atuar de forma sólida no feedback recebido, arquitetando soluções para criar uma experiência de longo prazo dos colaboradores.

 

Com a transformação digital de hoje, as organizações precisam oferecer experiências e um ambiente de trabalho que reflitam esta transformação, caso contrário, o curto prazo das relações entre colaborador e empregador será constante.

 

[Blueprintt] Na sua opinião, como ampliar a diversidade nas empresas e como o RH pode ajudar nisso?

 

Diversidade não é somente garantir que a força de trabalho das organizações seja um reflexo da sociedade onde estamos inseridos. É também buscar inovação e a performance. É fundamental que a diversidade esteja inserida nos valores e princípios da organização.

 

Quanto mais respeito e valor às diferenças o ambiente demonstrar, mais favorável será para o colaborador expressar suas ideias, colaborar de forma genuína e assumir mais riscos.  A combinação das diferentes experiências que cada colaborador traz consigo gerará mais alternativas na solução dos desafios do dia a dia.

 

A diversidade precisa permear os processos e iniciativas criados pela área de RH para proporcionar a melhor experiência do colaborador na empresa, desde o momento da atração, do desenvolvimento e da retenção dos talentos.

 

[Blueprintt] Como e quais novas tecnologias podem ser usadas no departamento de RH?

 

No meu ponto de vista, com a transformação digital, cada organização precisa olhar para o mercado e identificar tecnologias que irão facilitar e permitir não só medir e analisar indicadores, como proporcionar maior colaboração, integração e solidez nas decisões para atingir melhores resultados. O RH precisa ser mais preditivo, mais rápido, simples e eficaz.

 

[Blueprintt] Quais conselhos você daria para quem está iniciando na carreira ou buscando por mudanças dentro da profissão?

 

Tenha clareza de seu propósito, da contribuição que você quer deixar onde você estiver atuando.

 

Aja de forma genuína com as pessoas, já que sua reputação não está separada de você. Por fim, na figura de RH, não deixe que seus interesses pessoais fiquem à frente dos interesses do negócio e dos colaboradores. Seja generoso sempre, pois a vida retribui.

 

Gostou da entrevista com a Cleide Oliveira?

Conheça outros nomes importantes e as últimas novidades da área de Recursos Humanos no HR Summit, que será realizado pela Blueprintt em outubro.

 

O evento completa 10 anos em 2018. Participe!

Autor

Flávia Lima

Flávia Lima é jornalista pela PUC-SP e pós-graduada em Comunicação e Marketing pela ECA/USP. Possui ampla experiência como jornalista setorizada. Atualmente, é gerente de conteúdo da Blueprintt, responsável pelo planejamento de congressos corporativos nas áreas de RH Estratégico, Marketing e Tecnologia da Informação.