Vantagens de uma gestão em manutenção preditiva

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Desde que as ferramentas que compõem o conceito da quarta revolução industrial chegaram nas organizações muitas áreas passaram por uma revolução no modo de como tocar a rotina, um dos setores mais impactados com a transformação digital foi a manutenção.

Fundamental para o andamento dos processos, a manutenção sempre foi relacionada como algo conservador no sentido de evolução, apesar de estarem no meio de máquinas de última geração, os processos se mantinham gerando um alto custo e freando a aceleração da produção.

Uma das formas de reverter esse quadro é aplicar a gestão em manutenção preditiva, que consiste em uma administração próxima e conjunta, mesclando a inovação tecnológica com equipamentos e sensores. Proporcionando aumento de confiabilidade e eficiência de energia.

A Blueprintt convidou Jair Pavan Junior, Especialista de Vibração da Mayekawa para falar sobre IoT e Gestão de Manutenção no evento Imersão em Manutenção Industrial.

Diferente das outras palestras do dia, Jair trouxe o lado do prestador de serviço. A apresentação foi pautada pela melhor forma de atender as necessidades dos clientes e trazer benefícios de forma estratégica para a companhia.

“As principais dificuldades que a gente enxerga dos clientes da Mayekawa, são a complexidade na operação de um compressor ‘Mycom’, em tese, a operação de um compressor é algo simples, é fácil colocar um compressor para funcionar e produzir. Porém para tirar o máximo de efetividade e eficiência do equipamento é preciso talvez um nível de conhecimento tanto de compressor quanto do sistema um pouco elevado”, avalia Jair.

Diante da fala do Especialista é nítido perceber o desafio das empresas em se adaptarem à rapidez de como as inovações evoluem. A decisão por investir na alta tecnologia é complexa, não se trata apenas de adquirir o produto, ler o manual e pagar uma consultoria para o técnico como funciona. Essa mudança passa pela cultura da organização, em função disso, muitas atividades deixam de existir para dar lugar a novas tarefas.

Internet das Coisas e Manutenção Preditiva

IoT (Internet of Things) ou em português, Internet das Coisas é um conceito que visa mesclar a conexão digital de objetos cotidianos com a internet, ou seja, ela é capaz de transformar coisas materiais em dados.

Como isso impacta na área de manutenção? Como a sua empresa pode usufruir desse conceito a fim de trazer mais rendimento na produção? Por meio da IoT, é possível praticar a manutenção preditiva.

Com isso é possível antecipar a necessidade de serviços de manutenção de equipamentos, diminuir as paradas de emergências, determinar previamente as interrupções das máquinas, entre outras vantagens.

De acordo com Jair, quatro fases definem uma o que é uma manutenção preditiva:

  • Gestão de budget compartilhada;
  • Gestão de ativos: vida útil, previsibilidade e manutenção preditiva;
  • Monitoramento;
  • Aumento de confiabilidade e eficiência energética.

O conceito está ligado à melhoria contínua como podemos ver nas fases acima.

“A gente trabalha para ter maior agilidade no atendimento, independente se o cliente está há duas horas de viagem da Mayekawa ou cinco dias de balsa, a gente trabalha para ter a maior agilidade possível, para que esse cliente não tenha tempo parado por problemas de manutenção”, diz Jair.

Um desafio para as companhias é lidar com o fornecedor cada vez mais próximo nas tomadas de decisões referente a manutenção. A grande diferença é que antigamente as empresas terceiras só prestavam o serviço solicitado, hoje é a tecnologia e o processo são compartilhados.

Conforme citado por Jair, a gestão de orçamento é um dos temas divididos quando adquirem algum produto da Mayekawa. Essa movimentação está cada vez mais comum e gerir esse “novo formato de trabalho” é uma adversidade que as organizações precisam ultrapassar.

“Hoje, nós temos recursos para coletar dados dos nossos clientes em campo, podemos fazer isso com o suporte de internet do cliente ou com nossos modems 4G para não ter interferência na rede do cliente. Esses dados são enviados para uma nuvem, onde são armazenados e processados”, comenta Jair.

Dentro da nuvem, foi criado um sistema de inteligência artificial com o foco de trabalhar os dados com antecedência. “Aquele trabalho que antigamente era de se fazer muitos acessos e olhar muitos dados para tentar encontrar problemas para trazer soluções, já é feito automaticamente pela inteligência artificial”, completa o Especialista.

Ficou interessado e quer saber mais? Acesse o nosso site e se inscreva no Programa Executivo de Imersão em Manutenção Industrial. Clique aqui para mais informações.

 

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Ao enviar este formulário você está concordando com nossos termos de uso e política de privacidade

Formulário enviado com sucesso

Clique para fechar

Imersão em Manutenção industrial

Condições especiais por tempo limitado. Apenas 35 vagas disponíveis. 

PROGRAma executivo de imersão em MANUTENÇÃO industrial

Gerencie a manutenção industrial de forma inteligente e tecnológica e aumente a confiabilidade no novo normal

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.