Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Estudos mostram a importância da diversidade nas organizações
Saiba por que este é um componente da sustentabilidade corporativa, no âmbito da dimensão social.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

Quando falamos de diversidade nas organizações não nos referimos ao que é moda, urgente, e deve ser feito para suprir a uma emergência.

A organização humana, como um sistema social complexo, é diversa pela própria natureza do ser. A importância é vital, pois se refere a algo que dá sustentação, sentido e significado. O importante transcende e é sustentável.

Temos aí então, a justificativa da importância da diversidade nas organizações, pois é uma das componentes da sustentabilidade corporativa, no âmbito da dimensão social.

 

Então, de que diversidade falamos?

Falamos da diversidade inclusiva, aberta para todos e todas, com suas mais variadas características.

A diversidade inclusiva que coloca as oportunidades de trabalho e carreira para todos, entendendo o potencial de cada indivíduo, sem preconceitos.

Estamos em um mundo VUCA, que exige posturas disruptivas encontradas em organizações que estão trabalhando seus vieses inconscientes e construindo uma nova relação com todos os seus stakeholders.

Demandas organizacionais atuais e futuras serão atendidas na medida em que tenhamos pessoas interagindo nas organizações tais quais em caleidoscópios, em constante movimento, gerando ações e reações; pessoas diferentes interagindo, inovando, criando, como decorrência de culturas e valores diferentes, mas convergentes, pois convivem apoiadas no valor maior que é o Respeito.

Para ratificar a importância com uma argumentação econômica temos diversos levantamentos realizados por organizações que são referência em seus segmentos.

 

Gênero – McKinsey Global Institute

Empresas com alta representatividade de mulheres no comitê executivo tem melhor performance financeira, com retorno médio sobre capital, 47% maior que o de seus pares com menor índice de diversidade, e faturamento 55% maior.

O estudo “O Poder da Paridade”, publicado por esse Instituto, revela que zerar a desigualdade de gêneros em escala global viria a dobrar a contribuição das mulheres para o PIB mundial, já em 2025.

Em um cenário de mercado de trabalho igualitário, US$ 28 trilhões seriam adicionados à economia global.

 

LGBT – Credit Suisse

Um estudo desse banco de investimentos mostra que as organizações que trabalham com políticas globais para o público LGBT registraram um crescimento no lucro 6,5% maior, nos últimos seis anos, comparado ao de concorrentes que desprezam a diversidade.

Essa pesquisa realizada em 270 empresas, também aponta que tais empresas tem retorno sobre o patrimônio e retorno de fluxo de caixa sobre o investimento, de 10% a 21% maior.

 

Raça – Instituto Locomotiva

Hoje os negros, em nosso país, movimentam 1 trilhão e seiscentos milhões de reais/ano.

Se o salário do negro fosse igual ao pago ao branco, aumentaríamos 800 bilhões/ano em consumo.

Esse efeito sobre o resultado das empresas impactaria a economia como um todo.

Enfim, diversidade com equidade nas organizações é a coisa certa a ser feita.

 

 

Como esta questão é trabalha na sua empresa?

Compartilhe sua experiência conosco.

A inclusão de diversidade é uma das transformações sociais que estão ocorrendo nas empresas. Juntamente com as transformações digitais e sociais, elas estão acarretando grandes mudanças no mundo corporativo. Saiba mais sobre esse assunto:

Autor

Jorgete Lemos

Diretora de Diversidade da ABRH Brasil, Jogete atua há 25 anos em consultoria organizacional e conquistou sólida experiência, como palestrante e consultora em todos os estados do País, caracterizando-se pela pesquisa, produção e disseminação de conhecimento no âmbito da Dimensão Social da Sustentabilidade Corporativa, Serviço Social Organizacional, Benefícios, Qualidade de Vida e Sistema Integrado de Segurança, Saúde e Social.