Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

Por que conhecer as motivações da equipe de Trade Marketing é essencial
Por vezes, as empresas se esquecem do quão significativo pode ser o peso financeiro de funcionários insatisfeitos. Saiba fazer a gestão do seu time.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

A gestão de equipe de Trade Marketing exige um pensamento mais estratégico.

 

Os budgets das companhias estão cada vez mais acirrados e é preciso ter um direcionamento muito claro.

 

Por vezes, as empresas se esquecem do quão significativo pode ser o peso financeiro de uma equipe insatisfeita.

 

Aliás, a sintonia entre a tecnologia e o ser humano tem gerado uma realidade pouco conhecida entre as gerações de nosso cotidiano.

 

Saber que o imediatismo tem remodelado a forma de pensar não está sendo suficiente para uma gestão eficiente.

 

Esperamos sempre que o outro tenha suas responsabilidades e compromisso com os seus deveres para que possa colher seus benefícios.

 

No entanto, as gerações modernas (X, Y, Z ou Baby boomers) já chegaram ao mercado de trabalho e não existe melhor ou pior.

 

Nós, gestores, temos que nos adaptar à todas as gerações e ajustar a forma de gestão.

 

E é sobre gestão de pessoas no Trade Marketing que vamos falar nesse artigo hoje.

 

Fique comigo até o final.

 

Por que conhecer seu time

 

Pesquisas mostram que:

 

  • Em média, 20% das pessoas estão totalmente engajadas no processo de evolução contínua e vivem diariamente a estratégia da companhia;
  • 50% apenas realizam o esperado e estão na média das expectativas da companhia;
  • 30% estão insatisfeitos com o seu trabalho, denegrindo a imagem da própria empresa para a qual trabalham e buscando, constantemente, reclamar pelos corredores em prol de sua satisfação própria.

 

Em 60% dos casos de pedidos de demissão, há evidentes motivos de gestão fraca, o pedido de demissão vem contra o gestor e não contra a empresa.

 

As funções e atribuições do consultor ou do promotor no ponto de venda devem ser valorizadas, assim como toda a cadeia.

 

Falar em uma posição de gerenciamento de um time sem pensar quais são os interesses e seus “por quês” irá nos levar a uma bolha administrativa morosa e arriscada.

 

É preciso cadenciar os objetivos para que todos tenham acima de tudo o entendimento do desejo futuro não é uma opção, é necessidade para construir uma base solida.

 

Você já parou para pensar o quanto pode contribuir para vida de um colaborador, independentemente de sua posição?

 

Quem nunca ouviu dizer que o dinheiro não é o mais importante?

 

Acreditar nessas variáveis é manter o equilíbrio de um ganho mediano, mas também exercer o reconhecimento e notoriedade nas ações do dia-dia.

 

Equipe de Trade Marketing

 

Perceba que os valores vão muito além de obter um excelente salário.

 

Aliás, quais sãos os valores de sua equipe?

 

O que eles buscam como objetivo de vida?

 

Quais são suas dificuldades do dia-a-dia?

 

Qual é sua estrutura familiar de cada um deles?

 

Quais são seus sonhos?

 

A importância de conhecer o profissional que está representando a sua marca, ou a marca do seu cliente, ultrapassa alguns limites.

 

É necessário mais do que a afirmação “nós temos um plano de carreira”, já que, na maioria dos casos, há problemas na execução desses planos na prática.

 

Obter o olhar para o ser humano deixou de ser um conceito da psicologia, é uma questão de manter a estratégia para geração de eficiência “by person”.

 

São inúmeros os exemplos de investimento em mídias online, mídias offline, live marketing, campanhas monstruosas para levar o shopper até o ponto de venda.

 

Não há como correr o risco de ter tudo isso destruído por um mal atendimento ou por profissionais insatisfeitos com suas atividades pela má gestão de seus líderes.

 

Sempre finalizo um artigo com essa provocação:

 

Se as agências são feitas por pessoas, as indústrias são construídas por pessoas e os clientes são pessoas, qual a menor possibilidade de obter sucesso se não buscar entendê-las?

“Make People Before, Making Products”

Konosuke Matsushita – 1961

 

E aí, concorda comigo?

 

Compartilhe sua opinião nos comentários.

 

Convido vocês também a ver esse artigo sobre 7 lições para a gestão de pessoas no Trade Marketing da sua empresa.

Autor

Fabio Ribeiro

Fábio tem de 20 anos de experiência na indústria de linha branca e marrom em trade e vendas. Está à frente do gerenciamento nacional da área, tendo como objetivo principal o incremento no sell out e a exposição da marca junto ao varejo e canais de distribuição nacional. Foi responsável pela reestruturação da área, interna e externamente, efetivando o plano anual de trade marketing alinhado com as áreas comercial e marketing da empresa, passou por empresas como Bosch e LG, licenciado pela Sociedade Brasileira de Coaching, autor do livro “A que causa dedicar sua vida”, pós-graduado em gestão de negócios ESPM – Mestrado Profissional em Gestão - Competitividade em Gestão – FGV, busca através de suas experiências e energia construir equipes de alta performance.