Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

3 dicas essenciais de como ser um bom gestor e alcançar a excelência
Reunimos algumas ideias de como estimular que as suas equipes entreguem os melhores resultados, independente de você gerir há muito tempo ou ter sido promovido a pouco.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

O mundo corporativo atual pode ser definido como desafiador, complexo e dinâmico. 

 

Independente do fato de você gerir há muito tempo ou ter sido promovido a pouco, buscar atualização é fundamental em um cenário em que as mudanças são inevitáveis.

 

Estimular que as suas equipes entreguem os melhores resultados, depende do esforço de um bom gestor no momento de procurar conhecimentos no sentido de alcançar a excelência.

 

Se você deseja entender como ser um bom gestor e melhorar suas competências, este artigo é para você! Nossas dicas vão turbinar a sua atuação. 

 

Mas, antes de ler os tópicos aqui listados, que tal conhecer a Blueprintt Box? A assinatura de livros especialmente selecionados também vai te ajudar a fazer um gerenciamento excepcional.

 

1 – Invista em treinamento

 

Quando o gestor julga não ter tempo para treinar o próprio time, mal sabe quanto desperdiça o mesmo recurso ao lidar com uma equipe despreparada diante de situações específicas da empresa.

 

Como ser um bom gestor e priorizar o treinamento do seu time? Mapeie as necessidades mais urgentes que devem ser exercitadas pela sua equipe.

 

Muitas vezes, é mais fácil realizar uma capacitação com funcionários menos experientes do que treinar os quais já trabalham há anos na área, a fim de evitar as maneiras viciadas ou fórmulas que impedem a inovação da empresa.

 

Se você é um gestor de longa data, já entendeu que a invisível guerra pelo talento humano assola as companhias. Quando os colaboradores não se sentem motivados ou valorizados – independente do salário – a tendência é que nunca deem o melhor de si.

 

Por isso, é importante equilibrar o conhecimento sobre o seu negócio com o conhecimento sobre a sua equipe. Nem todos aprendem da mesma forma e é necessário respeitar as maneiras de cada integrante.

 

Assim, você pode implementar treinamentos diferenciados para cada estágio do funcionário na empresa:

 

  • Treinamento para novos funcionários;
  • Treinamento individual para cada funcionário;
  • Treinamento por equipe;
  • Treinamento sobre novos processos;
  • Treinamento para novas tarefas ou para melhorar o desempenho;
  • Programa de treinamento geral

 

A capacitação é parte essencial de uma boa gestão, e leva ao próximo ponto a ser analisado: a organização das equipes.

 

2 – Organize o seu trabalho e suas equipes

 

Ter consciência dos processos da empresa e da função de cada colaborador é o primeiro passo para manter um fluxo de trabalho funcional. Para entregar mais valor com menor esforço e em menos tempo, preste atenção neste item.

 

Descrever os processos é uma maneira de entender isso. Por que o seu cliente compra da sua marca? Qual o seu diferencial? Quais os pontos fortes e o que precisa melhorar?

 

Se a sua equipe já atua com processos definidos, o trabalho do bom gestor é aprimorá-los todos os dias. Mas, ao assumir uma nova equipe, precisa implementar processos de acordo com a melhor produtividade do time desde o zero.

 

Converse com a equipe e utilize os feedbacks para aumentar a produtividade. Assim, você garante que todos vão seguir os processos implementados e pode até contar com o auxílio de softwares responsáveis por gerenciamentos de projetos. 

 

A tecnologia deve ser usada a favor! Controle de estoque e das finanças, por exemplo, podem muito bem ser armazenados na nuvem a fim de possibilitar o acesso de qualquer local a qualquer momento.

 

É fundamental que cada colaborador tenha consciência da sua função na engrenagem empresarial. Vale a pena apostar em conversas individuais, reuniões organizadas em cronogramas e até mesmo elaborar um organograma para que este processo fique claro.

 

3 – Use todo o potencial da comunicação

 

Após definir e aprimorar os processos, chega o momento de garantir uma comunicação fluida na sua equipe. Muitas reuniões podem ser evitadas com um simples e-mail. E muitos e-mails são dispensáveis ao usar as ferramentas corretas para conversar com a equipe.

 

Garanta que cada colaborador tenha acesso às informações necessárias para desenvolver o seu trabalho e trate de ser acessível para que todos procurem por você em casos de dúvidas.

 

Um bom gestor deve se preocupar com diferentes tipos de comunicação:

 

  • Nível individual: Sua comunicação é responsável por delegar tarefas e deixar as pessoas cientes sobre seu próprio desempenho;
  • Nível de equipe: Estabelecimento de metas no sentido de fortalecer a cooperação entre o time;
  • Nível de empresa: Informar aos funcionários em que sentido a organização está trabalhando e por que tais processos estão sendo implementados;
  • Nível inter-funcionário: Estabelecer uma cultura da comunicação em que seus colaboradores podem se dirigir ao gestor sem medos, entender o processo como um todo e até cobrirem funções uns dos outros quando alguém estiver em férias.

 

A comunicação dentro da empresa deve vir de encontro às necessidades. Caso todos trabalhem no mesmo turno e no mesmo ambiente, a comunicação verbal é a mais eficiente.

 

Para equipes numerosas com períodos de atividades dentro da empresa muito diferentes, vale a pena adotar um escritório virtual colaborativo, tal como o Slack e o Flock, nos quais é possível centralizar as conversas  conforme os assuntos sem que ninguém perca nenhuma informação.

 

Em casos de dúvidas, consulte a sua equipe sobre como preferem se comunicar.

 

Agora que você já sabe algumas dicas de como ser um bom gestor, saiba que motivação também é essencial.

 

Engana-se quem relaciona a motivação aos ganhos financeiros. Há muito mais fatores além deste que devem ser considerados. Sem motivação, seus funcionários não conseguem entregar todo o potencial produtivo.

 

Após treiná-los para que trabalhem de acordo com as expectativas da empresa, chega o momento de medir o desempenho e motivar a equipe.

 

Vale a pena oferecer pequenas recompensas que variam a cada semana, definir metas conjuntas e até escrever em um quadro os nomes que se destacam em determinados períodos.

 

Como ser um bom gestor exige muita dedicação e atenção aos detalhes de uma perspectiva geral, com algumas atitudes simples o trabalho pode render muito mais.

 

O que você tem feito para ser um bom gestor e como pretende usar nossas dicas no cotidiano da sua empresa? Compartilhe conosco nos comentários!

Autor

Bruno Andrade

Bruno é CEO e co-fundador da Blueprintt. Ele é responsável por formular as estratégias e liderar nossa equipe à efetivamente ajudar líderes empresariais a antecipar, assimilar e solucionar desafios, proporcionando informações práticas e atuais sobre o ambiente de negócios.