Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

5 dicas sobre como gerenciar o estresse na vida profissional
Já ficou a ponto de explodir de nervosismo e irritabilidade por conta de dias extremamente cansativos? Se sim, então saiba como sair dessa situação.

Conecte-se

[addthis tool=addthis_horizontal_follow_toolbox]

Você já ficou a ponto de explodir de nervosismo e irritabilidade por conta de um ou mais dias extremamente cansativos? Se sim, então precisa saber como gerenciar o estresse.

Não é incomum passar por dias onde a rotina muito cheia deixa seus nervos a flor da pele, cansado e a ponto de “soltar os cachorros” para cima de qualquer pessoa que te incomode.

Mas se você costuma passar por isso com frequência, então – my friend – você realmente precisa ler o conteúdo deste artigo até o final.

Saber como gerenciar o estresse é fundamental para qualquer pessoa. Pois o estresse não se trata apenas de uma mera consequência de um dia cansativo e derivado de preocupações e ansiedades que o deixam irritado.

O estresse é um efeito causado por fatores que podem culminar em mais que uma explosão de fúria. Pode causar eventuais problemas de convívio social e de saúde.

Um exemplo disso está no afastamento do trabalho, onde estresse é um dos seus maiores causadores.

Segundo a Previdência Social, o estresse é o 3º maior motivo de afastamento do trabalho.

E no âmbito da saúde o estresse é um sério perigo pois pode causar problemas cardíacos.

Algumas pessoas até brincam com o fato de serem estressadas, mas como acaba de ver, não é nada positivo viver com o estresse em excesso.

Então, vamos dar o start a partir de agora com os 5 passos para se gerenciar o estresse.

#1 – Aprender a identificar o momento exato onde o seu estresse começa a te afetar

É fundamental identificar o estresse não apenas quando ele já está a ponto de te fazer explodir. Você precisa saber o exato momento ou, em que tipo de situação, o estresse começa a te afetar.

Pois nem sempre ele manifesta ataques, podendo permanecer estável, mas presente quase o tempo todo. E assim não há como gerenciar o estresse adequadamente, então vamos continuar adiante.

Para identificar corretamente o momento onde o estresse começa a agir de fato é preciso ficar atento a alguns sinais.

Um dos primeiros a se ficar de olho são os sinais físicos, como por exemplo tensões musculares em lugares como pescoço, ombros e na área maxilar principalmente. Também existe uma notável tensão no rosto e nos lábios que ficam mais apertados.

Seguinte a esses sinais, há também os sinais emocionais de que o estresse está instalado no organismo e começando a se manifestar. E esses sinais, em geral, são o sentimento de irritação somado ao de angústia.

No entanto, vale ressaltar que quando esses sintomas emocionais aparecem, é sinal que imediatamente deve-se parar qualquer atividade estressante e passar a fazer algo que relaxe.

#2 – Técnicas de respiração: a prática base mais simples de como gerenciar o estresse

Você com certeza já deve ter visto, na televisão, internet ou vida real mesmo, uma pessoa recomendar que alguém respire fundo quando está nervosa ou ansiosa.

Isso é muito comum, especialmente em situações onde a pessoa passa por algo muito estressante e começa a arfar bastante, respirando com mais dificuldade.

Pois bem, esse é o nosso segundo passo de hoje de como gerenciar estresse.

Sempre que começar a sentir os sintomas físicos ou emocionais do estresse, adote a posição mais confortável que você conseguir (sentado, deitado, etc) e comece a inspirar profundamente. Procure sentir os seus pulmões ficando cheios de ar e então expire lentamente.

Repetindo esse ciclo por dois ou três minutos seu estresse já será bastante reduzido. A causa para isso acontecer é que a respiração lenta e rítmica, além de oxigenar melhor o cérebro, ativa o nervo vago, que modera as respostas do organismo diante do estresse.

#3 – Observar imagens relaxantes

Outra dica de como gerenciar o estresse é observar imagens relaxantes.

Para quem não sabe, alguns estudos e pesquisas já foram realizados para determinar o quanto uma imagem, cor ou cena pode afetar o nosso humor e estado de espírito.

E foi comprovadamente descoberto que as imagens comunicam sensações, sentimentos que se impregnam nos observadores.

Para os fins dessa prática, sempre que se sentir com um começo forte de estresse, pegue uma imagem relaxante (pode ser uma foto na carteira ou tela de celular) e a observe calmamente por um tempo, até se sentir melhor.

Dê preferência às paisagens para diminuir o estresse, lugares solitários, clima frio e paisagens com muita água ou muito verde.

#4 – Tensionar os punhos

Essa prática aqui mostra como um simples gesto físico com as mãos pode relaxar quem busca como gerenciar o estresse.

Quando o estresse começar a ficar evidente e te incomodar, feche seus punhos com toda a força possível. Aperte mesmo os punhos de ambas as mãos, como se desejasse comprimi-las.

Imediatamente depois, abra os punhos lentamente, esticando bastante as mãos. É comprovado que a prática deste simples exercício reduz sintomas e efeitos de estresse e ansiedade.

Embora pareça um gesto muito agressivo – e realmente é -, ajuda muito a controlar o estresse e trazer a pessoa para um estado mais relaxado.

#5 – Tenha consciência de que algumas soluções demandam mais tempo

Mesmo aplicando muito empenho e esforço para conseguir resolver um problema no trabalho, com a família, etc… É necessário saber que nem sempre isso pode ser resolvido da noite para o dia.

Assim, é vital para gerenciar o seu estresse entender que é preciso dar tempo ao tempo às vezes.

Alguns problemas e situações precisam de um esforço gradual e dias ou mesmo semanas para serem resolvidos. É importante controlar a sua ansiedade em querer resolver tudo rapidamente, você precisa dar um passo de cada vez.

Entenda mais sobre a importância da saúde e do bem-estar nas empresas do século XXI

Agora que você aprendeu 5 passos poderosos de como gerenciar o estresse, há só mais uma coisa a saber antes de finalizarmos esse conteúdo.

Como dissemos no início do artigo, o estresse tem sido um dos maiores problemas que afastam pessoas do trabalho.

Levando isso em consideração, muitas companhias têm investido na melhoria da saúde e bem-estar dentro de seus ambientes de trabalho.

Inclusive, tivemos acesso a alguns dados que demonstram essa evolução no cuidado com a equipe colaboradora. E reunimos isso em um artigo exclusivo, que você pode ler clicando logo aqui embaixo.

➥ Quero conhecer os dados que comprovam a evolução do cuidado com a saúde e bem-estar nas empresas

Autor

Bruno Andrade

Bruno é CEO e co-fundador da Blueprintt. Ele é responsável por formular as estratégias e liderar nossa equipe à efetivamente ajudar líderes empresariais a antecipar, assimilar e solucionar desafios, proporcionando informações práticas e atuais sobre o ambiente de negócios.