Blog

Insights de gestão para você antecipar, assimilar e solucionar os seus desafios de negócio

7 livros de Peter Drucker fundamentais para melhorar a sua gestão
Autor já inspirou importantes nomes da área de negócios, como Bill Gates e Henry Ford. Conheça algumas das suas lições e use na sua carreira.

Conecte-se

É impossível falar sobre qualquer assunto relacionado à administração de empresas sem mencionar o nome do grande guru do tema, o austríaco Peter Drucker.

Nascido em 19 de novembro de 1909 em Viena, Drucker é considerado o pai da administração moderna e um dos mais reconhecidos pensadores da atualidade, principalmente no que diz respeito aos efeitos da globalização na economia e nas organizações corporativas.

50
%

Off

Blueprintt Box, o melhor clube de assinatura de Livros de Gestão do Brasil! Com desconto e 30 dias para cancelar.

Seu perfil estudioso e humanista foi muito influenciado por Sigmund Freud, em quem Drucker se baseou para observar as relações psicológicas, humanas e de poder.

Ele também teve influência importante de Ludwig von Mises, amigo de seu pai em Viena, o qual passou para Drucker os preceitos de liberalismo econômico que lhe inspiraram a ideologia de um estado com pouca burocracia.

Ao longo de sua vida Drucker conviveu com variadas culturas, pois teve a oportunidade de morar em países como Alemanha e Estados Unidos e de manter relações com o Japão.

Trabalhou como escritor, jornalista, conferencista, analista financeiro, consultor administrativo professor de ciências sociais da Claremont Graduate na Califórnia, nos Estados Unidos.

E, em virtude de todo esse conhecimento e atuação em distintas profissões, além do seu interesse genuíno de conhecer outros meios de vida e trabalho, Drucker inspirou profissionais de administração por mais de 60 anos.

Por meio de sua sólida experiência e estudo, Drucker foi capaz de inspirar importantes nomes da área de negócios, entre eles o fundador da Microsoft, Bill Gates, e o fundador da Ford Motors, Henry Ford.

Nesse artigo, vamos mostrar os principais ensinamentos do pai da administração e trazer uma lista dos livros que você precisa ler para melhorar a sua gestão. Leia até o final.

Grandes lições de Peter Drucker

A grande premissa de Peter Drucker era de que qualquer empresa que conseguisse vender o produto/serviço certo para o cliente certo no momento certo, com distribuição adequada e preço ajustado, tornarão suas vendas automáticas.

Ele partiu de uma minuciosa descrição do cenário dos negócios, analisando as tendências da época e suas consequências mais lógicas, observando também circunstâncias históricas e comparando as semelhanças com as circunstâncias atuais.

Em 1929, por exemplo, quando era estagiário nos escritórios europeus de uma grande empresa de Wall Street, seu chefe estava convencido de que o boom de Wall Street duraria para sempre e o havia demonstrado de forma “conclusiva” em um livro seu. Dois dias depois da publicação, ocorreu o crash da bolsa.

Setenta anos mais tarde, por volta dos anos 90, Drucker voltaria a ouvir falar de um boom perpétuo do mercado acionário, dessa vez impulsionado pela nova economia. “Senti que já havia estado ali”, escreveu em seu livro “Management in the Next Society”.

O pensador produziu ao longo de sua carreira uma mistura única de rigor intelectual, e popularização, já que possuía linguagem simplificada, mesmo abordando assuntos de extrema importância e complexidade, no intuito de que todos pudesse ter entendimento de suas obras.

Relação de Peter Drucker com o Brasil

Peter Drucker tinha grande familiaridade com três grandes ícones nacionais: a fabricante de aviões Embraer; a companhia petrolífera Petrobrás e o ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Segundo Ozires Silva, ex-presidente da Embraer, Drucker era fascinado pela história de como um país em desenvolvimento como o Brasil pôde desenvolver uma indústria de ponta e competir com as nações mais industrializadas do mundo neste complexo segmento do mercado.

Da mesma forma, Drucker considerava extraordinário o desenvolvimento da Petrobrás e seu potencial energético. Durante os anos 50, Drucker pôde conhecer o presidente Juscelino Kubitschek e apoiar sua decisão de construir Brasília, a capital do país.

Drucker era otimista com o futuro brasileiro. “Conheço os problemas do país, mas houve um enorme progresso, tanto social quanto econômico, mas, principalmente, psicológico”, chegou a afirmar.

A economia de outros países da América Latina também foi objeto de estudo de Drucker. Sobre isso, o estudioso defendia que “não há países subdesenvolvidos, há países subgeridos”.

Drucker faleceu em 11 de novembro de 2005, em Claremont, na Califórnia, deixando um legado notável, entre eles inúmeros artigos e mais de 30 livros traduzidos em todo o mundo.

Listamos a seguir suas principais obras, livros fundamentais para quem atua na área de Administração ou pretende atuar e até mesmo conhecer melhor um dos pilares básicos de qualquer empresa:

  1. Concept of the Corporation – Conceito da Corporação (1946)

O executivo Alfred Sloan, presidente da General Motors (na época a maior corporação do mundo), convidou Peter Drucker para que estudasse a companhia.

A pesquisa durou 18 meses e sugeriu algumas mudanças ao executivo, mas elas foram rejeitadas. Drucker pregava a autogestão em vez da linha de montagem.

O especialista, no entanto, faz um manifesto em que enfatiza uma de suas principais teorias, a de que o mais importante para qualquer tipo de organização, são as pessoas que dela fazem parte, ou seja, é necessário enxergar o capital humano recursos e não como custos.

Esse foi um dos princípios para que os japoneses ganhassem a dianteira no setor automobilístico nos anos 70 passando à frente da General Motors.

  1. The Effective Executive – O Gestor Eficaz (1966)

O livro destaca que é possível aprender a ser um gestor eficaz e que existem 3 princípios gerais para que a eficácia seja alcançada:

  • Organização do tempo;
  • Autodesenvolvimento;
  • Tomada de decisões corretas.

Dentro desses pilares, o autor indica uma série de caminhos e cases para que o gestor consiga desenvolver os colaboradores e, consequentemente, a organização gere resultados positivos e promissores.

  1. Management in the Next Society – A Administração na Próxima Sociedade (2002)

De suas principais ideias neste livro, uma das mais surpreendentes é a previsão de que a mobilidade social aumentará a partir do acesso à educação formal.

Outra característica importante será a existência de duas forças de trabalho distintas à disposição dos empregadores: a das pessoas de menos e a de mais de 50 anos de idade.

Drucker também trouxe aqui o conceito de “(re)privatizações”, ou seja, a privatização dos serviços públicos, como forma de reduzir a burocracia.

  1. Innovation and Entrepreneurship: Practice and Principles – Inovação e Espírito Empreendedor: Prática e Princípios (1985)

Esta obra é sempre referência para a nova geração de estudiosos de administração. Drucker analisa o que realmente significa inovação e empreendedorismo e como estão relacionados.

O livro explica o que as empresas já estabelecidas, instituições de serviços públicos e novas empresas de risco precisam saber, precisam aprender e, acima de tudo, precisam fazer.

  1. Post-Capitalist Society – Sociedade Pós-Capitalista (1993)

Esta obra pioneira faz uma análise através das mudanças de uma sociedade que tinha como principais ativos o capital, a terra e o trabalho, e, com o passar do tempo, estes ativos mudaram, sendo o conhecimento o principal recurso para a sociedade.

Essa alteração de paradigma exige uma mudança de mentalidade diante das novas realidades econômicas e sociais.

  1. Managing in a Time of Great Change – Administrando em Tempos de Grandes Mudanças (1995)

Em sua primeira parte, o livro aborda o trabalho do executivo e as mudanças que colocam em questão as hipóteses e práticas que até hoje eram dadas como certas.

A seguir, analisa as implicações da emergência da informação como principal recurso do executivo e da organização.

Na terceira parte é examinada a economia mundial, em que existem novos centros de poder, novos mercados e novas indústrias em crescimento.

Finalmente, a quarta parte analisa as mudanças ocorridas na sociedade e no governo, bem como os sucessos e fracassos deste na solução dos problemas sociais de nossa época.

  1. Management Challenges for the 21st Century – Desafios Gerenciais para o Século XXI (1999)

O último livro de Drucker de conteúdo original contém um considerável material de reflexão, além de tratar dos verdadeiros desafios a serem enfrentados pela administração moderna.

Nesta obra, ele deixa para trás fatores como liderança, trabalho em equipe, criatividade, entre outros pontos, considerando-os como parte do passado e trazendo novos olhares à nossa percepção.

Podemos concluir que todas as suas obras são leituras essenciais para aqueles que querem entender as tendências da economia mundial, bem como a administradores e gestores que desejam atingir a excelência na carreira.

Se você quer receber as principais obras de autores relevantes como Peter Drucker, assine o clube de livros de gestão Blueprintt Box.

O hábito da leitura é fundamental e sabemos que este é um desafio para muitos profissionais que trabalham demais.

Com 25 minutos diários, você consegue concluir um título a cada 25 dias. Conheça o Blueprintt Box clicando aqui.

Autor

Jessica Moraes

Jessica é formada em Jornalismo e Pós Graduada em Marketing Digital, escreve sobre Negócios, Tecnologia, Inbound Marketing, Moda e Empreendedorismo.

Conecte-se