PMO do futuro: utilize metodologias na estratégia da empresa

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Project Management Office (PMO) é o setor responsável por estabelecer e preservar os padrões adotados dentro da empresa, com o objetivo de melhorar o controle e a aplicação de projetos da companhia, seja de uma área específica ou da empresa como um todo.

Por ser um departamento encarregado pela gestão de projetos e com a responsabilidade de catapultar os resultados do negócio, tendo que lidar com todas mudanças econômicas, o mercado exige muito desse profissional, diante desses desafios, vamos compartilhar a jornada de um PMO do futuro.

Afinal, o que um PMO faz? Confira alguns deveres do gestor de projetos.

  • Gestão de indicadores;
  • Metodologia;
  • Sistemas para gestão de projeto.

Os projetos atendidos pela área são:

  • Projetos de alto grau de complexidade;
  • Projetos que envolvem toda a companhia;
  • Projetos de alto risco (visibilidade ou financeiro).

 

Assim como todas as áreas, o PMO estabelece pilares como premissa.

Ser flexível e adaptável, um tipo de PMO atende cada uma das necessidades, incluindo vários tipos de projetos com diferentes áreas.

Posicionamento: PMO tenta ser uma área neutra, a fim de defender os interesses da empresa. Como setor estratégico, acompanhando os indicadores do mercado para ajudar no processo de tomada de decisão. Se o departamento está liderando o caminho que a empresa irá seguir para o futuro, nada mais justo do que os colaboradores terem condições de auxiliar nas tomadas de decisões. Ser um agente facilitador sobre diferentes pontos de vista.

Portfolio: a escolha considera a alocação da área (GPs e gestores),, o portfólio trabalha com base no “sistema puxado”, ou seja, para um projeto entrar pipe, algum tem que sair. Por que essa medida? Primeiro, a área concentra todo o foco naquilo que realmente é preciso trabalhar (decisão estratégica). Segundo, gera uma percepção de valor para a marca, conforme comentado, é necessário que seja crucial para a empresa.

Metodologia: está diretamente ligado a boas práticas, a equipe é incumbida pela metodologia seja ela qual for. Normalmente quem está na linha de frente tem maior noção do que gera mais valor e do que não funciona tão bem. Isso gera sensação de pertencimento e, por consequência, o engajamento do time. Com isso, de tempos em tempos a metodologia é revisada, a fim de minimizar os riscos.

“As pessoas e as áreas precisam tem que perceber valor no PMO, por mais que isso não seja quantificado em algum momento, não tem problema, isso não depõe contra a gente, pelo contrário, se a pessoa entende que está com a gente (PMO) e irá funcionar, que o resultado faz sentido, para nós já é mais que suficiente”, relata Anderson Veronezi, Gerente de Portfólio da Telefônica.

PMO do futuro x Mindset ágil

Para Anderson Veronezi, Gerente de Portfólio da Telefônica, a metodologia de mindset ágil na gestão é a mais apropriada pensando no conceito de PMO do futuro.

“Trabalhar a gestão do ponto de vista mais humano, com mais sentido de coaching e fazer com que a equipe se desenvolva, foi bastante importante para nós”, afirma Anderson.

Durante a palestra que ocorreu dentro do evento Imersão em Business Agility realizada pela BluePrintt em setembro de 2020, o Gerente de Portfólio destacou alguns pontos-chaves para o PMO do futuro com o mindset ágil.

  • Equipe motivada;
  • Busca contínua por desenvolvimento;
  • Time adequado às necessidades do projeto;
  • Empowerment;
  • Desafíos contínuos.

Qual é o futuro do PMO?

É muito difícil prever algo, ainda mais no contexto em que estamos vivendo causado pela pandemia do novo coronavírus, mas algumas características baseadas nessa conjuntura atual se tornaram mais que tendências, viraram realidades no dia a dia.

  • Times auto gerenciáveis;
  • Metodologia disruptivas;
  • Foco em ser ágil;
  • Fim do comando e controle (autonomia);
  • Novas tecnologias (IA, IoT, Big Data, etc.)

Digitalizar para aproximar

Várias empresas estão passando por isso, o trabalho remoto fez com que essa etapa fosse acelerada, será uma das ações que com certeza ficará após o fim da pandemia.

Esse ponto é fundamental, e não serve somente para o home office. É importante as entidades prestarem atenção no comportamento do mercado e das empresas que já nascem no digital, muitas tendências aparecem e tomam conta do segmento, e o gestor de uma grande e tradicional empresa precisa estar atento a todas essas transformações.

Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Faça parte do Programa Executivo de Imersão em Business Agility, Clique aqui para mais informações.

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Ao enviar este formulário você está concordando com nossos termos de uso e política de privacidade

Formulário enviado com sucesso

Clique para fechar

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.