Impulsionar a transformação da sua organização com E-learning

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A cada dia que passa o mundo de forma geral procura por novas maneiras para sobreviver em meio a COVID-19, no meio empresarial não é diferente. Em meio a tantos desafios, executivos e gestores se desdobram para manter o engajamento, a capacitação à distância, e a bola da vez é o E-learning.

Uma das tendências que se tornou realidade é o EAD, escolas e universidades entenderam que o modelo era a única saída para não atrasar os estudos da população. Trazendo para o dia a dia da vida corporativa, os treinamentos presenciais são parte da estratégia a fim de capacitar e melhorar o desempenho dos colaboradores, mas, como aplicar cursos, palestras e workshop em meio a pandemia? Dessa forma surge o conceito do E-learning.

A BluePrintt convidou a Analista de Treinamentos e Desenvolvimento, Rafaela Victor Costa do Grupo Mongeral Aegon para compartilhar sua experiência no evento Imersão em E-learning de como a empresa se estruturou com base no conceito.

Lembrando que o evento aconteceu de forma online.

De acordo com Rafaela, o projeto recebeu o nome de Nossas Escolas, ações educacionais que tem como objetivo auxiliar a gestão do conhecimento com apoio estratégico digital, fortalecendo a cultura da empresa. As ações são separadas em quatro partes (escolas).

Escola corporativa:

  • Institucional, legal e mandatário;
  • Sustentação dos pilares estratégicos e identidade organizacional;
  • Autodesenvolvimento.

Escola de negócios:

  • Produtos;
  • Processo de vendas;
  • Canais de distribuição;
  • Relacionamento com clientes e parceiros de negócios.

Escola de operações:

  • Processos;
  • Políticas;
  • Sistemas;
  • Operações de seguros.

Escola de liderança:

  • Formação e desenvolvimento de líderes e futuros líderes.

Todos os cursos são desenvolvidos e produzidos dentro da própria empresa, e segundo a Analista, os cursos que eram de consultoria não tinham tanta adesão quanto aos da própria organização.

Isso nos leva a uma reflexão, contar com um parceiro pode ser válido para ganhar tempo,entretanto, nunca será a mesma coisa que um time formado dentro da organização. É um processo trabalhoso, mas se bem estruturado e planejado com as pessoas certas é possível desenvolver internamente.

Existem alguns modelos de ferramentas que podem auxiliar durante o processo de desenvolvimento. O 6D é um deles.

O 6D ajuda a mensurar os resultados do negócio, logo, o aumento de investimento é uma consequência.

D1: determinar resultados;

D2: desenhar a experiência;

D3: direcionar a aplicação;

D4: definir transparência;

D5: dar apoio à performance;

D6: documentar o resultado.

Desafios da transformação cultural através do E-learning

A partir da pergunta: como se transforma a cultura? Um oceano de possibilidades aparece, partindo do princípio que uma empresa se assemelha a uma sociedade onde vivem diversos povos com etnias e costumes diferentes, como implantar o mesmo costume para todos? Separamos três premissas essenciais para começar a transformação.

  • Propósitos e valores compartilhados

Não faz sentido, em um ambiente onde todos possuem um objetivo em comum não compartilhar coisas positivas e valores que irão agregar ao negócio da empresa. Então, quais valores que um determinado grupo de colaboradores têm? As redes de contato dentro da companhia são fundamentais para a disseminação dos valores.

  • Mensagens e normas

A comunicação é parte crucial para que todos entendam as normas da nova cultura. Utilizando a comunicação de forma estratégica, a organização ganha uma aliada poderosa para compartilhar as metas e os objetivos. Esse ponto é ligado ao direcionamento da empresa.

  • Ações e comportamento

É nesse estágio que a empresa percebe se a cultura está dentro de cada um no dia a dia, as ações e comportamento devem estar alinhados com o propósito de visão e valores. Se o E-learning é um dos focos da transformação cultural, essa ação deve fazer parte da rotina e de forma estratégica, fazer a diferença para os colaboradores e, consequentemente, para a companhia. Essa etapa é sobre o dia a dia e como as tarefas são realizadas.

“A gente enquanto RH, precisamos ter atenção a esses pontos para a gente pensar qual é a cultura desejável, o que a gente quer fazer com pouca informação? O que a gente quer alcançar? A gente precisa se perguntar, refletir, fazer brainstorm até que a gente chegue a uma resposta”, comenta Rafaela.

A essência da transformação cultural é reconhecer quais os pontos centrais de cada uma dessas etapas acima. A fim de determinar a cultura desejável é preciso refletir sobre essas premissas.

E-learning como aliado na transformação cultural

Abordamos um pouco no início do artigo sobre a realidade das plataformas de ensino a distância. Mas, na prática, quais os benefícios que ela oferece a uma empresa?

Além do conteúdo de ensino, o E-learning suporta o crescimento da organização e das parcerias. Isso pode ser aplicado internamente e para fornecedores ou consultores. O ideal é ter plataformas diferentes para cada público.

Estrategicamente é importante separar, pois a rotina de um corretor ou consultor externo é totalmente diferente de um estagiário, por exemplo. Evitando a poluição visual e de conteúdos dentro da plataforma.

Ferramentas como presenças do aluno, certificado ao terminar o curso, aprovação ou não do curso, histórico do aluno, entre outras, facilita o controle da empresa para mensurar aceitação e o desenvolvimento dos públicos.

A navegação dentro da plataforma precisa ser o menos burocrática possível. contar com uma equipe de UX e tecnologia para desenvolver o dispositivo é fundamental. Ainda que o foco seja um ambiente estudantil, tente fugir ao máximo do tradicional.

Um chat box mais dinâmico e menos robotizado é umas das possibilidades, umas vez que, muitas pessoas utilizam, por consequência, as dúvidas aparecem em grande escala.

Ficou curioso e quer saber mais? Acesse o nosso site e faça a inscrição no Programa Executivo de E-learning. Aguardamos você!

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.

IMERSÃO EM  E-LEARNING
Condições especiais por tempo limitado. Apenas 35 vagas disponíveis