Como a integração do S&OP pode ajudar as empresas

integracao-seop
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Um dos desafios para as empresas é a padronização de processos em diferentes unidades de negócio. Mesmo que o avanço da tecnologia tenha facilitado a comunicação, ainda existem estratégias e objetivos que precisam ser alinhados quando se trata de indicadores locais, regionais e globais. Por isso, a integração do Sales and Operations Planning (S&OP) é uma saída ágil e flexível.

A sincronização entre planejamentos agrega valor e representa uma vantagem competitiva, principalmente em tempos de crise. Os modelos de negócios passaram por inúmeras mudanças nos últimos anos, desde a transformação digital até os impactos globais causados pela Covid-19.

A integração do S&OP em escala global pode trazer diversos benefícios. Entre tantos, existe o acompanhamento das variáveis de consumo e capacidade produtiva. Ou seja, reunir informações para se antecipar no mercado é crucial para obter um menor custo e atingir um maior nível de satisfação e qualidade.

Como um processo estruturado e padronizado, o S&OP além de promover agilidade, adaptação e flexibilidade, consegue integrar decisões e estratégias, garantindo que toda empresa esteja empregando seus esforços em busca dos mesmos objetivos.

Como conectar as informações de integração do S&OP em diferentes níveis

Um modelo que pode auxiliar o S&OP é o geomarketing. A área estuda as relações estratégicas e políticas de negócios, além da questão demográfica que envolve a localidade da empresa, consumidores, fornecedores e pontos de distribuição.

Por que é importante a aplicação da inteligência de geomarketing? Através dessa estratégia é possível comprovar o público-alvo, maior presença dessa audiência, informações sobre renda, principal faixa etária da região, além de monitorar a concorrência.

A partir desse estudo, fica mais fácil chegar a um planejamento que atenda todas as necessidades de cada unidade de negócio. Após a análise, é necessário traçar o planejamento estratégico seguindo as premissas do S&OP.

A metodologia é estruturada em dois momentos. Primeiramente, a forma de apresentação dos resultados; depois, a evolução do estudo. Os profissionais irão se organizar com o objetivo de planejar ciclos de ação e reflexão.

É importante destacar os ciclos de ação, pois a instabilidade do mercado influencia. Portanto, priorize planejamentos de curto prazo, metas tangíveis e resultados imediatos. Mesmo que apareça um erro durante a jornada, o reparo é mais simples comparado a um planejamento robusto de alto investimento de tempo e dinheiro.

Enxergar o resultado é um fator de motivação e de senso de pertencimento por parte dos colaboradores. Além de dar visibilidade aos processos e etapas com profundidade. Nada impede que o objetivo final seja o mesmo de um planejamento a longo prazo, a diferença é como a empresa irá alcançar as metas.

Etapas da integração do S&OP

Essa fase é separada em duas etapas, ambas são fundamentais para que o S&OP funcione em diferentes níveis, mas com o propósito de gerenciar recursos com menor custo para os clientes.

Primeira fase

  • Reúna dados: todas as previsões possíveis e indicadores estratégicos, sobre vendas, estoque, capital em caixa e marketing.
  • Organização da demanda: os resultados sobre a previsão de vendas com base nos dados estatísticos (quantitativo) através do histórico e informações do mercado (qualitativo).
  • Conjunto de dados: coletar todas as informações relacionadas a mercado, descontos, ações da concorrência, análise da performance, mídia, entre outros.
  • Plano de ação: plano produtivo a fim de sustentar o planejamento de vendas com a avaliação da capacidade de produção e entrega.
  • Reunião estratégica: nesta fase, será decidido todo o alinhamento da demanda e os processos, assegurando que todos atendam ao plano financeiro e com o objetivo da empresa (aplicar o S&OP em diferentes níveis).

Segunda fase

Com a primeira fase estruturada, chegou o momento onde delegar autonomia para os colaboradores.

  • Capacitação: Independente se o S&OP será apenas para uma planta específica ou em nível global, é necessário um treinamento adequado, apesar de não ser um processo complexo pode cair em uma zona de conforto e prejudicar o planejamento. Foque no aprendizado para alcançar os benefícios da organização.
  • Cronograma: retomando o conceito de metas e objetivos alcançáveis através de planejamento a curto prazo, estabeleça um cronograma onde cada etapa tenha um tempo específico para ser cumprido em função de meses fiscais da empresa. A comunicação do calendário é fundamental evitando ruídos e atrasos.
  • Squad: O S&OP é um processo que envolve diversas áreas.. Por exemplo, uma reunião estratégica deve estar presente, profissionais de marketing, financeiros, supply e recursos humanos. Dessa forma, todos podem determinar as ações, como capacidade de estoque (finanças), descontos (supply) ou vendas (marketing, finanças e produtos).

O processo de integrar o S&OP em diferentes níveis exige muita organização, comunicação e tecnologia. Em todas as estratégias, é preciso envolver esses três pilares.

A liderança deve comprar a ideia de aplicar os mesmos processos com base nas informações coletadas através do geomarketing e se utilizar das premissas da metodologia ágil, adaptável e flexível para obter êxito.

Quer saber mais sobre integração do S&OP? Participe do Programa Executivo de Imersão em S&OP.

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.

IMERSÃO EM S&OP
Condições especiais por tempo limitado. Apenas 35 vagas disponíveis