Aproximando o RH do negócio: saiba como tornar a área estratégica

aproximando-o-rh-do-negocio
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a chegada da tecnologia nas empresas, todos os setores estão passando por uma revolução de métodos, processos e mentalidade. Atividades que até então eram realizadas por uma pessoa, hoje já podem ser automatizadas através de um RPA. E como fica o RH nessa história? O próprio nome deixa bem claro: Recursos Humanos. É possível automatizar e tornar a área mais estratégica aproximando o RH do negócio?

Isso é possível, desde que seja algo bem trabalhado pela liderança e pelos profissionais de HR Business Partner. Eles são os facilitadores dessa mudança, porém é um desafio grandioso para área que, por muitas vezes, deixa de pensar em como ser mais estratégica para apagar incêndios, situação que é bem comum.

Por este motivo alguns colaboradores podem se sentirem desmotivados. Trabalhar o senso de pertencimento é essencial para manter o ambiente sob controle durante o processo de mudança.

Estimular a criatividade é um dos caminhos para a transformação, mesmo que haja divergência, incentive a inovação.

Um ponto importante a ser levado em conta quando nos referimos a tecnologia, transformação digital e IoT nas empresas, é a questão de utilizar essas ferramentas não só para automação de serviços, mas também para fortalecer os laços da empresa com os colaboradores.

Hoje, o uso da tecnologia no RH está totalmente conectada as seguintes ações:

  • Automação de processos;
  • Automação de produtos;
  • Automação de serviços.

A perspectiva para o futuro é outra, ao invés de investir só na melhoria de processos, produtos e serviços, os gestores de RH precisam estar atentos ao desenvolvimento de conexões humanas.

  • A liderança pode utilizar as ferramentas tecnológicas para se conectar com a equipe;
  • Buscar autenticidade na comunicação com relação à foco, prioridades e experiências;
  • Profissionais de RH devem incentivar a conexão digital com objetivo no pertencimento, compartilhando experiências mais pessoais.

Aproximando o RH do negócio através do HRBP

O papel do HR Business Partner se faz cada vez mais necessário no dia a dia, mas conforme mencionado acima, são muitas atividades e funções para administrar e, na maioria das vezes, a prioridade são as questões de emergências.

Afinal, qual é o papel do HRBP?

Sócio estratégico: ajustar as estratégias de RH a fim de responder às necessidades de negócio, desenvolver uma visão para a estratégia de talentos da organização, desenvolver a próxima geração de líderes, entre outras.

Gerente de operações: manter a área atualizada sobre as iniciativas do RH, comunicação das políticas, procedimentos e da cultura aos funcionários e avaliar as atitudes dos colaboradores realizando um acompanhamento das tendências no comportamento.

Ações emergenciais: estar atento para as diversas situações e responder às necessidades da liderança.

Mediador: resolver problemas políticos na execução dos planos de negócio, gerenciar perfis competitivos na organização e administrar conflitos entre colaboradores e liderança.

É o que se espera do BP de RH, mas na prática o dia a dia fica mais focado nas ações emergenciais. A fim de mudar esse cenário, é preciso dar um suporte de conscientização sobre a efetividade de cada ação.

Para ser mais assertivo e ágil, desenvolva um modelo de competências para o HRBP ser mais estratégico e, consequentemente, ajudar a tornar o RH mais estratégico.

Nas questões emergenciais, crie um grupo focal (squad) de profissionais de setores variados para oferecer soluções rápidas. Referente às atividades de operação, reúna os principais parceiros do RH mensalmente para refletir sobre os desafios e sucessos a fim de se manter atualizado com relação às mudanças, como sócio estratégico, mapeie e compreenda todo o fluxo de trabalho das funções de RH para melhorar a coordenação diante dos desafios e como mediador, liderar iniciativas de talentos que podem ser inclinadas a conflitos.

Essa mudança de mindset é uma jornada que pode ser longa ou de fácil adaptação, dependendo do cenário de cada organização. Optar por recursos digitais é um caminho para tornar a transformação mais tranquila.

Busque por ferramentas que possam auxiliar na coleta de dados para a sua jornada.

  • Pesquise as competências do futuro;
  • Desenvolva um novo modelo de liderança;
  • Priorize competências que impactam a cultura;
  • Crie trilhas de acordo com as pesquisas de competência;
  • Implementação do e-learning (treinamentos por segmentos, dinâmicos e disponíveis em plataformas digitais multitelas).

Ficou interessado no assunto e quer aprender mais? Então acesse o site e conheça a programação do Programa Executivo de Imersão em HR Business Partner. Clique aqui e saiba mais!

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.