10 benefícios de agilidade de negócios para sua empresa

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Com a pandemia ainda instaurada a mensuração dos impactos causados pela quarentena ainda não são definitivos. No mundo corporativo foi necessário um correção de rota para lidar com todos os obstáculos e desafios impostos pela crise. Ser eficiente e ter destreza para tocar o negócio já são mais considerados como diferenciais positivos, mas, como pilares triviais do planejamento. Diante todo esse contexto, a aposta é no modelo de agilidade de negócios, também conhecido no ramo como Business Agility.

Existem gestores e executivos que ainda não entenderam o tamanho do impacto que o cenário de crise está deixando para a economia e, consequentemente, para as empresas. As razões desse pensamento podem ser várias, que passam pela falta de expertise até a falsa sensação da zona de conforto.

Pensando nisso, iremos abordar 10 benefícios que a agilidade de negócios pode trazer para sua organização.

Antes de falar sobre cada um deles, deixo uma pergunta: o que você como líder busca ou entende como agilidade de negócios?

Não foi somente pela pandemia que a forma de se planejar se modificou, já vinha acontecendo algumas mudanças significativas como a transformação digital e nova relação entre empresa e consumidor (interno e externo). O fato curioso é que a resposta para ambas as mudanças podem ser encontradas na metodologia de agilidade de negócios.

Agilidade de negócios: relação de consumo e transformação digital

Em vários momentos da nossa vida estamos do outro lado do “balcão”, a gerente de RH vira especialista em sites de peças de computadores, buscando a melhor tecnologia para melhorar o desempenho da máquina, em busca da melhor experiência ao jogar o novo lançamento. Já o analista financeiro é também, nas horas vagas, quem melhor sabe sobre aplicativos de sebos online que entregam com mais rapidez e pelo melhor preço.

Todos nós somos consumidores, e se antes o que nos satisfazia era apenas um produto de qualidade, hoje a experiência é um valor importantíssimo na hora de escolher o produto ou serviço.

Tudo isso por conta do conforto que muitos aplicativos oferecem, tornando nossa vida mais ágil, flexível e transformando a relação de consumo.

No universo empresarial não é diferente, líderes e gestores precisam adicionar esse mindset no dia a dia da companhia. Seja no para o público interno ou externo, as empresas que se adiantarem nesse quesito, pode-se considerar inserida no modelo de agilidade de negócios.

Os 10 benefícios de agilidade de negócios

Agilidade de negócios é uma metodologia que visa trabalhar de forma ágil, adaptável e flexível. Apostando em planejamento de curto prazo com o intuito de conquistar objetivos de forma mais rápida. Desenvolvendo a habilidade de se adaptar naturalmente às mudanças e evitando riscos intuitivos.

O que acaba impactando o resultado da empresa positivamente. Vale lembrar que para a agilidade de negócios funcionar é preciso que a cultura organizacional pense de forma ágil. Ou seja, o pensamento tem que fazer parte da cultura da empresa.

  • Colaboração e comunicação;
  • Melhores maneiras de trabalhar;
  • Velocidade no mercado;
  • Satisfação do cliente;
  • Responsabilidade de propriedade;
  • Mentalidade Ágil;
  • Liderança Adaptativa;
  • Motivação;
  • Satisfação do empregado;
  • COVID-19.

Colaboração e comunicação: conforme mencionado, a cultura da empresa precisa estar voltada a esse mindset. Quando falamos sobre isso, não é apenas colocar nas paredes ou no fundo de tela do computador do funcionário. É preciso viver no dia a dia. Dessa forma entra em cena a liderança. Se ela não abraçar a ideia, o planejamento não sai do zero. A liderança junto com a comunicação interna estratégica são fatores cruciais para a propagação da agilidade dos negócios.

Melhores maneiras de trabalhar: já foi mencionado neste artigo a mudança na relação entre consumidor e empresa, revisitar as boas práticas e se adequar ao que o mundo de hoje pede é fundamental para tornar do ambiente um lugar colaborativo e inspirador. Foque naquilo que as pessoas precisam: agilidade e menos burocracia, sistemas mais acessíveis, qualidade de vida no dia a dia e oportunidade para ser criativo.

Velocidade do mercado: se antes as empresas que escolhiam os funcionários, hoje, a dinâmica se inverteu. Os grandes talentos que decidem onde vão compartilhar seu conhecimento. As empresas que estiverem melhor preparadas para isso, a fim de entender o que essa geração espera do mercado, terá vantagem competitiva. Essa movimentação envolve a velocidade nas atividades do dia a dia. Um atraso no retorno sobre a vaga ou, citando outro setor, como de compras referente ao fornecedor, é o suficiente para a empresa perder o negócio ou o talento.

Satisfação do cliente: a busca por experiência é a tendência do mercado, isso ajuda muito a marca da empresa, pois muitas ações acabam agregando valor ao produto. Através de softwares como Big Data, Machine Learning e Analytics é possível mapear e reunir o máximo de dados e informações para entender o cliente (interno ou externo). Use a tecnologia ao seu favor, mas favorecendo sempre o cliente.

Responsabilidade de propriedade: o senso de pertencimento e a responsabilidade da autonomia são pilares que são caros ao ser humano. Algumas empresas podem entender isso como “atitude de dono”, mas fato é que nem todos querem ser o dono, além do risco que a empresa corre de ter “muito cacique para pouco índio”. O importante aqui é dar autonomia e compartilhar conhecimento.

Mentalidade ágil: a organização ganha muito ao ter isso como pilar na sua estrutura, conforme comentado ao explicar o conceito de agilidade de negócios, a mentalidade precisa fazer parte da cultura. Funcionários estimulados e capacitados produzem melhor. Todas as ações da empresa precisa ser com esse pensamento,

Liderança Adaptativa: o perfil do líder também passou por mudanças nos últimos anos. O conceito de referência nas empresas exige um profissional empático, estratégico e resiliente, Se uma das ações da agilidade de negócios é proporcionar uma maior adaptação às mudanças, os líderes precisam ter isso também. E através do business agility isso se torna possível

Motivação: por se tratar de um modelo ágil e flexível os resultados aparecem com maior frequência, com isso, o reconhecimento pelo trabalho. Isso impacta diretamente na motivação dos colaboradores, conseguem ver o sentido de cada atividade realizada durante a rotina.

Satisfação do empregado: é uma consequência da motivação e acaba virando um ciclo positivo, pois, empregado satisfeito o trabalho rende mais, além do marketing ao comentar sobre a empresa para amigos, família e etc. Um ponto positivo é assegurar o talento dentro da empresa.

COVID-19: é preciso ter cuidado ao tratar esse assunto como benefício, ainda mais no Brasil onde a taxa de mortes só cresce dia após dia, mas podemos encarar como uma oportunidade, seja de mercado ao adotar a agilidade de negócios como modelo ou para evoluirmos como pessoas, trabalhar a empatia e a colaboração dentro do ambiente de trabalho.

Quer saber mais? Acesse o nosso site e se inscreva no Programa Executivo de Imersão em Business Agility. Clique aqui para maiores informações.

Sobre o autor

Artigos relacionados

Estratégias baseadas em grandes ideias vencem

Cadastre-se para receber mais artigos como este e domine sua função

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, clique aqui.